-
11/12/2019 às 10h40min - Atualizada em 11/12/2019 às 10h40min

Projeto da UNIPOP em parceria com o MPT entrega certificados de qualificação profissional

O projeto oferece cursos semestrais e gratuitos

Assessoria Unipop
A solenidade ocorre hoje às 15h. (Foto: Assessoria Unipop)
   
Cerca de 50 jovens, com idades entre 18 e 29 anos, participam nesta quarta-feira (11), às 15 horas, da solenidade de certificação de cursos profissionalizantes do projeto "Escrevendo e Reescrevendo a Nossa História", realizado pelo Instituto Universidade Popular (UNIPOP) em parceria com o Ministério Público do Trabalho (MPT). O evento será na Igreja Luterana do bairro da Pedreira, em Belém.

Os cursos são de Acessórios de Moda e customização e Garçom e Garçonete. O público alvo do projeto - que geralmente realiza cursos semestrais e gratuitos - são pessoas em situação de vulnerabilidade social, entre eles jovens que cumprem medidas socioeducativas, egressos do sistema penitenciário e população transsexual. Após a solenidade de entrega de certificados, terá exposições de acessórios que posteriormente serão colocados à venda no local do evento e um momento cultural com o grupo Cenja.

Paloma Farias, 26 anos, mora no bairro do Benguí, em Belém, e é aluna do curso de Acessórios de Moda e Customização. Para ela, fazer o curso foi importante por causa da transversalidade dos temas apresentados aos participantes. Além de aprender as questões técnicas, os alunos e alunas também dialogam, estudam e realizam atividades voltadas às áreas da ética, cidadania, respeito à diversidade, empreendedorismo, entre outros assuntos.

"A gente entra no curso não tão somente para saber o que é criar um brinco, um colar ou uma pulseira. Temos outros temas para debater. Falamos sobre direitos humanos, da relevância dele. E esse curso é importante também para os jovens que não possuem uma oportunidade de emprego ou não tinham antes de iniciar o curso, quando se fala um pouco do empreendedorismo", complementa.

Thaiana Santos, de 23 anos, moradora do bairro do Telégrafo, fez o curso de Garçom e Garçonete no início de 2019 e já está trabalhando na área. "Fazer esse curso foi muito importante pelo fato de eu conseguir me inserir no mercado de trabalho, além de outros conhecimentos que aprendi", conta.
Para Patrícia Cordeiro, educadora da UNIPOP, esse é um momento muito importante para os participantes do projeto, já que muitos vão exercitar na prática o que foi ensinado durante a solenidade. "A nossa formação não foca apenas nas questões técnicas, por exemplo, no curso de Garçom e Garçonete, trabalhamos vários outros elementos voltados às questões da ética, cidadania e discussões sobre direitos e deveres dos sujeitos no mercado de trabalho. Outro ponto interessante que abordamos é a atividade de leitura e interpretação de textos. Não é a nossa pretensão ensinar alguém a ler ou a escrever, mas mostramos que escrever é bom, que ler é gostoso", afirma a coordenadora.
 
SERVIÇO:
Solenidade do projeto "Escrevendo e Reescrevendo a Nossa História"
Data: 11 de dezembro
Hora: De 15 às 18 horas
Local: Igreja Evangélica de Confissão Luterana - End.: Visconde de Inhaúma, 1557, entre Lomas Valentina e Enéas Pinheiro, bairro da Pedreira.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O Círio 2021 está na porta e o Belém quer saber: qual a melhor comida do Círio na sua opinião?

77.8%
22.2%