-
11/12/2019 às 12h27min - Atualizada em 11/12/2019 às 12h27min

Virada de ano na ilha do Cotijuba promete com Festival multicultural

A ilha vai ser palco de ritmos tradicionais do norte e nordeste

belem.com.br
Assessoria de Comunicação do Evento
Cotijuba terá virada de ano com festival multicultural - Foto: Divulgação

A ilha do Cotijuba terá uma virada de ano regada de ritmos tradicionais do norte e nordeste. É o que propõe a segunda edição do festival multicultural Vira Batuque, que trará para a praia da Flexeira o grupo Vozes de Fulô e outros nomes do novo cenário artístico alternativo e independente da capital. Performances, Dj's, e um bloquinho de carnaval também fazem parte das atrações reservadas para esta programação de réveillon.
 
Uma produção cultural alternativa para longe das localidades centrais da capital paraense é a proposta do festival, levantando não só a bandeira da cultura popular, mas também da diversidade de pessoas, corpos e afetos. A lha de Cotijuba, com todo o seu potencial histórico-cultural, tornou-se o local perfeito para agregar essa pluralidade aliada à exuberante natureza amazônica.
 
O grupo Vozes de Fulô tem um repertório que vai do autoral, passando pela interpretação de clássicos do carimbó, coco e maracatu, além de outros ritmos originalmente nordestinos. Novamente apresentando-se no Vira batuque, este grupo reflete com perfeição o sentido de multiculturalidade proposto neste festival.
 
Flores Astrais, Migonga Mulanga e Sarita The Mônia trazem a performatividade drag queen, enquanto a artista circense, Wanessa dos Terçados, chega com suas ousadas performances de malabarismo com terçados.
 
A noite da virada inicia e termina ao som das latinidades comandadas pelos Dj's Maralto, Boto Rosa e Shayra Brotero.
 
No dia 01 de janeiro haverá uma oficina de montação com produtos orgânicos ministrada pela drag Sarita the Mônia, antecedendo a saída do bloquinho de carnaval “Curimbloco”, que partirá da praia da Flexeira rumo à praia do Vai Quem Quer, culminando em uma grande roda de carimbó comandada pelo grupo Batucada Misteriosa, de Icoaraci.
 
 Serviço:Vira Batuque: vira tempo, vira mundo. Local: Hostel Latino Paraense, na Rua Magalhães Barata, N117, Praia da Flexeira (ponta da Flexeira), próximo a praia do Vai Quem Quer.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.2%
4.5%
0%
9.1%
18.2%