-
17/12/2019 às 16h00min - Atualizada em 17/12/2019 às 16h00min

Soure recebe ação do Projeto Praia Acessível no sábado (21)

A ação é uma iniciativa da Associação Desportiva de Deficientes do Marajó e ocorrerá na praia da Barra Velha, centro de Soure

Julie Rocha - Prazer em Viajar
Com edição do belem.com.br
O projeto Praia Acessível Barra Velha contará com atividades desportivas e banho de praia acessível voltadas para pessoas com deficiência ou mobilidades reduzida. (Foto: Jonas Amador/ Agência Pará)
   
O município de Soure, no arquipélago do Marajó, recebe, no próximo sábado (21), a primeira edição do Projeto Praia Acessível Barra Velha, com diversas atividades adaptadas para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, que terão um dia de lazer com a família na praia da Barra Velha, centro de Soure. A ação é uma iniciativa da Associação Desportiva de Deficientes do Marajó, com apoio da Rede Viva Marajó, formada por vários segmentos do turismo marajoara.

O Praia Acessível Barra Velha ocorre das 14h às 17h, com atividades desportivas na areia, enquanto a maré estiver enchendo. Será oferecido aos participantes vôlei adaptado, futebol sentado, luta marajoara adaptada e passeios de búfalos da Polícia Militar de Soure. As crianças e familiares dos participantes terão momentos de dinâmicas, brincadeiras na areia e sorteios de brindes. Na maré cheia, as atividades programadas são o banho adaptado, passeio de caiaque e em prancha Stand Up Paddle.

“A nossa intenção não é só levar a pessoa com deficiência para a praia, mas fazer com que a família também interaja e se divirta em um dia de lazer, uma espécie de confraternização de fim de ano para brindar o início de 2020. Sabemos que muitas das vezes os membros da família não levam a pessoa com deficiência à praia por conta das dificuldades de acessibilidade”, comentou a coordenadora da ação em Soure, Andrenna Scafi.

A ação é uma adaptação do Projeto Praia Acessível Arucará, que no último sábado (14) realizou a sétima edição do evento, no município de Portel. Os idealizadores do projeto em Portel, Clayton e Luanda Cirino, foram convidados para fazer a abertura da ação, na praia da Barra Velha, em Soure.

“Além de proporcionar lazer a pessoas idosas em idade bem avançada, nossa intenção é reduzir barreiras e permitir que politicas públicas de esporte, cultura e lazer cheguem ao alcance desse publico especial. Estamos dando todo suporte na implementação do projeto em Soure e nossa intenção é que cada vez mais esse projeto se expanda para todo o Marajó", comentou o fisioterapeuta Clayton Cirino.

O Praia Acessível Barra Velha também conta com parceiros, apoiadores e voluntários que estarão envolvidos em várias atividades, desde a limpeza da praia, doação e compra de lanches, capacitação dos voluntários que ficarão responsáveis pelas atividades na praia da Barra Velha e até transporte adaptado para buscar as pessoas com deficiência em suas residências.

Há 21 anos realizando o transporte dos turistas e moradores de Soure, para os passeios no Marajó, os empresários Edgar e Fernanda Barbosa investiram em um transporte acessível, com cadeira motorizada de acesso lateral para facilitar o embarque de pessoas com deficiência ou mobilizada reduzida. O transporte será usado pela primeira vez na condução dos participantes do Projeto Praia Acessível, da residência até a praia.

“O turismo acessível tende a crescer em todo o Brasil e nós não poderíamos deixar de olhar para esse público, pois recebemos em nossa Ilha muitos turistas da melhor idade ou com mobilidade reduzida que tem como sonho conhecer nossas praias e cultura local, sendo assim, pensando no bem estar de todos, estamos apostando em novos produtos para o turismo acessível em Soure e também apoiando eventos como esses”, disse Fernanda Barbosa.

A coordenadora do projeto, a professora Andrenna Scafi, explica que foram realizadas várias reuniões para angariar fundos à ação, além de capacitações sobre a importância do projeto para a comunidade de Soure. Os voluntários também receberam capacitação sobre resíduos e rejeitos para uma ação de educação ambiental na praia.

“Como a praia da Barra Velha é uma Resex que precisa ser protegida, todos os cuidados ambientais são necessários, além do simples uso da praia para banho. Por isso, os voluntários farão a limpeza da praia antes e depois do evento. Outros voluntários também foram treinados para fazer a condução da pessoa com a deficiência tanto no desporto quanto no banho assistido”, informou ela.

Segundo a organização do evento, são esperadas cerca de 120 pessoas para a ação no sábado (21), entre voluntários, organizadores, parceiros e o publico alvo cadastrado até o momento, cerca de 30 pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, a maior parte da Associação de Pais, Amigos e Deficientes de Soure.

Serviço:
O projeto Praia Acessível Barra Velha ocorre no próximo sábado (21), em Soure, com atividades desportivas e banho de praia acessível voltadas para pessoas com deficiência ou mobilidades reduzida. Entre as atividades, estão luta marajoara, Stand Up Paddle, passeio de caiaques, vôlei sentado, futebol adaptado, banho assistido e passeio com búfalo da Polícia Militar de Soure. Mais informações pelo telefone: (91) 98457-5551.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O Círio 2021 está na porta e o Belém quer saber: qual a melhor comida do Círio na sua opinião?

77.8%
22.2%