-
30/12/2019 às 18h12min - Atualizada em 30/12/2019 às 18h12min

Memorial da Cabanagem é reaberto para visitação pública

O governador do Estado, Helder Barbalho, reinaugurou as instalações do memorial que foram revitalizadas pela Secult

Andreza Gomes (Jornalista do www.belem.com.br)
Governador Helder Barbalho reinaugurou hoje pela manhã, o Memorial da Cabanagem (Foto: Rafael Fernando)
 
 
   Seu Rudivaldo Souza tinha apenas 18 anos quando acompanhou a inauguração do Memorial da Cabanagem, em 1985, ainda era um estudante de História e hoje voltou para prestigiar a reabertura deste memorial histórico de nossa cidade. “Eu fiz questão de vir hoje justamente para materializar aquele momento de 1985 e hoje estou aqui materializando essa revitalização, que é importante para nossa história”, comenta o historiador.


Ele destaca a importância do movimento Cabano no Estado do Pará. “Este movimento da Cabanagem representa a força, a coragem do paraense e construindo a maior revolução popular. E posso até fazer um gancho com a revolução Francesa, porque aqui o povo também chega ao poder, assim como foi na França”, conta.

O Governo do Pará por meio da Secretaria de Cultura do Estado realizou obras de revitalização, reforma, limpeza e paisagismo no Memorial da Cabanagem. A titular da Secult, jornalista Ursula Vidal, afirma que a reabertura do Memorial da Cabanagem marca uma atitude pública, demonstração de valorização do nosso patrimônio. “Esse patrimônio com uma arquitetura tão importante, totalmente revitalizada. Durante a noite haverá uma iluminação e na cripta o público poderá conferir uma exposição que traz a reprodução de alguns documentos históricos que valorizam a importância da presença das camadas mais simples da população, ribeirinhos,indígenas, mulheres de negro entre outros”, relata.

O Memorial da Cabanagem ficará aberto ao público no horário de 10h às 17h, de segunda a sexta-feira.

Arquitetura – O Memorial da Cabanagem é a primeira e única obra no Pará que tem arquitetura de Oscar Niemeyer.  O Governador do Pará, Helder Barbalho, destacou que para ele este passo é resgatar um dos capítulos mais importante da História do Pará. “Nós faremos um movimento da rede pública de ensino para que possam estudar e conhecer o que representou este movimento da Cabanagem para o nosso Estado”, finaliza.



Esta exposição é chamada Vozes da Cabanagem foi organizada pelo Arquivo Público do Pará, que segundo o diretor do Arquivo, Leonardo Tori, esta mostra tem como objetivo mostrar uma pouco mais sobre a Cabanagem. “Queremos mostrar a participação de diversos grupos, como as mulheres indígenas, negras, libertos ou escravizados ribeinho”
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O Círio 2021 está na porta e o Belém quer saber: qual a melhor comida do Círio na sua opinião?

77.8%
22.2%