-
26/01/2020 às 19h49min - Atualizada em 26/01/2020 às 19h49min

Remo vence Carajás e lidera Parazão 2020

Azulinos ainda não apresentaram bom futebol e podem perder a liderança para o Paysandu no saldo de gols

Selma Amaral
Jornalista do belem.com.br
O Remo lidera o Parazão 2020 com seis pontos, 100% de aproveitamento, mas o futebol apresentado ainda é alvo de críticas (Foto: Talita Gouvêa)
   
O Clube do Remo venceu o Carajás por a 1 a 0, em partida válida pela segunda rodada do Campeonato Paraense de Futebol – Parazão 2020, na tarde deste domingo (26), no Estádio Olímpico do Pará – Mangueirão. O gol do Leão foi marcado pelo atacante Jackson aos seis minutos do segundo tempo, após falha do zagueiro Dodô, que saiu errado com a jogada e deixou o goleiro Gabriel sem chance de defesa. O gol aliviou a pressão da torcida azulina, que chegou a vaiar o time no final do primeiro tempo. Com o resultado, o Clube do Remo soma seis pontos com duas vitórias e segue com 100% de aproveitamento. O Carajás acumula duas derrotas.

A segunda rodada do Parazão abriu no sábado (25), com Independente ganhando de 2 a 0 o Itupiranga, em jogo realizado no Parque do Bacurau; o Águia de Marabá venceu por 2 a 1 o Castanhal, em partida realizada no estádio Zinho de Oliveira, em Marabá. Em Santarém, Tapajós venceu o Paragominas por 2 a 1. A rodada se encerra nesta segunda-feira (27), com jogo entre Paysandu e Bragantino, no estádio da Curuzu, em Belém, às 20h.

Havia muita expectativa para o jogo entre Carajás e Clube do Remo. As duas equipes entrariam em campo com o desejo de apresentar um melhor futebol, já que na rodada anterior, o Carajás foi goleado por 5 a 0 pelo Paragominas e o Remo venceu por a 1 a 0 o Tapajós nos acréscimos, com futebol questionável.

No primeiro tempo, as duas equipes quase não renderam nada. O gramado do Mangueirão, devido à chuva, estava encharcado dificultando e travando as jogadas, tornando a partida truncada e sem criatividade. O volante Djalma, do Clube do Remo, reclamou muito do gramado. “Com gramado péssimo, nós não conseguimos fazer muita coisa no primeiro tempo, porém, no segundo tempo, melhoramos e conseguimos sair com a vitória. A equipe do Carajás foi aguerrida e está de parabéns”, disse o jogador.

Já Daniel, do Carajás, foi mais enfático. Ele disse que o Remo não tinha futebol para vencer o jogo e só conseguiu a vitória porque houve falha do zagueiro Dodô. “Foi um vacilo nosso, o jogo estava bom pra nossa equipe. Agora é seguir em frente”, avaliou.

O futebol abaixo da média do Clube do Remo foi alvo de muitas críticas. A imprensa esportiva especializada avaliou que a equipe precisa melhorar muito, pois, apesar de vencer duas partidas, ainda apresenta muitas falhas e falta de criação no meio-campo. No jogo de estreia, o Remo venceu por 1 a 0 o Tapajós nos acréscimos. E nesta segunda rodada, o gol foi marcado se aproveitando da falha do adversário na saída da jogada. A falta de entrosamento do time fez a torcida vaiar os jogadores no final do primeiro tempo.

No segundo tempo, o Remo melhorou o futebol, adiantou a marcação e pressionou a saída de bola do Carajás. E aos seis minutos, o atacante Jackson marcou o gol da vitória azulina. O primeiro dele com a camisa do Leão Paraense. Ele dedicou o gol a esposa. Com a entrada do volante Douglas Packer, o Remo aumentou a pressão e desperdiçou dois gols. Packer é um dos jogadores mais queridos da torcida azulina pela sua versatilidade e criação no meio-campo. Ele fez sua reestreia no clube azulino e disse que ainda não está com 100% da sua forma física. “Vamos seguir esta semana com trabalhos de recuperação física”, disse.

Já o Carajás, apesar da derrota, gostou do jogo. O técnico, o ex-jogador Cametá, disse que as equipes estavam iguais em campo, mas que infelizmente houve a falha do zagueiro Dodô que favoreceu o atacante Jackson, do Clube do Remo. “Não se pode errar em saída de jogada, os caras vão lá e fazem o gol. Foi isso que aconteceu, mas nós vamos continuar nosso trabalho visando o próximo jogo”, avaliou.

Os próximos jogos - Na terceira rodada, o Remo segue jogando no Mangueirão. No sábado, dia 1º de fevereiro, às 17h, o Leão enfrenta o Independente Tucuruí, mas com mando do Galo. Um dia depois, o Carajás mede forças com o Bragantino a partir das 15h30, no Diogão, em Bragança.

O Remo lidera o Parazão 2020 com seis pontos, 100% de aproveitamento. O leão pode ser ultrapassado na rodada pelo Paysandu no saldo de gols. O Papão joga nesta segunda-feira, contra o Bragantino. O Carajás segue sem vencer no Parazão 2020.
    
ESCALAÇÃO DO CARAJÁS
Gabriel; Ramon, Daniel, Felipe e Dodô; Pedrinho, Pulga (Jailson Oliveira), Lucas Vitor e Caio Rex (Daniel Silva); Mário Augusto (Marcelo Maciel) e Adauto.

ESCALAÇÃO DO REMO
Vinícius; Djalma, Rafael Jansen, Fredson e Ronaell; Lailson, Xaves e Robinho (Douglas Packer); Lukinha (Hélio), Gustavo Ermel (Wesley) e Jackson.

ARBITRAGEM
Andrey da Silva e Silva
Auxiliares – Jhonatan Leone Lopes e Nayara Lucena Soares
4º árbitro – Melck Mueller Soares de Almeida

Público – 8.709 entre torcedores e credenciados
Renda – R$ 155 mil

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.8%
2.5%
2.3%
4.7%
14.0%
1.5%
2.9%
1.0%
58.0%