-
07/02/2020 às 11h00min - Atualizada em 07/02/2020 às 11h00min

Projeto de alfabetização está com inscrições abertas

O curso é gratuito e tem aulas de segunda a quinta-feira

Agência Belém
Com edição do belem.com.br
O mercado de carne Francisco Bolonha é um dos polos de inscrição ao projeto (Foto: Fernando Sette/Agência Belém)
  
O projeto Alfabetização em Movimento, promovido pela Prefeitura de Belém, por meio da Secretaria Municipal de Educação (Semec), que atende a trabalhadores e pessoas em situação de rua está com inscrições abertas até o dia 28 de fevereiro, nos três pólos: Mercado de Carne, Centro Pop São Brás e Centro Pop Icoaraci, este último é a novidade deste ano. 

O curso é gratuito e tem aulas de segunda a quinta-feira, das 14h às 17h. Cada turma terá entre 20 e 30 alunos, sendo esta uma política de inclusão social do município.

No primeiro ano do projeto, em 2019, 20 alunos receberam o certificado de conclusão de curso, todos devidamente alfabetizados. Eles foram encaminhados para a Educação de Jovens e Adultos (EJA) para concluir o Ensino Fundamental. A maioria dos alunos é de pessoas que desde criança enfrentou muitas dificuldades para frequentar a escola, ora por preconceito, ora por precisar trabalhar para ajudar em casa. Mas todos tinham o sonho de um dia retornar aos estudos e aproveitaram ao máximo as oportunidades que o projeto ofereceu. 

Os alunos receberam kits escolares e foram acompanhados pelos professores Sônia Maria Koury e Dirceu Bahiano Duarte, além dos técnicos da Semec. Durante o curso, os alunos receberam conhecimentos de arte e informática.

O projeto tem o apoio da Secretaria Municipal de Economia (Secon) e da Fundação Papa João XXIII (Funpapa).  Mais informações pelo telefone 3075-5437.

Dados -  O projeto é resultado de uma iniciativa que vem sendo desenvolvida pela Prefeitura, desde 2013 quando foi parceira do Movimento de Alfabetização de Jovens e Adultos (Mova) do Governo Federal, suspenso em 2015.

A Prefeitura de Belém alfabetizou mais de 9 mil pessoas entre 2013 e 2015, recebendo prêmio por ser a capital que conseguiu cumprir as metas determinadas na época. 

Com recursos próprios, a Prefeitura resolveu retomar o projeto com um formato itinerante, indo até às pessoas, transformando a iniciativa no “Alfabetização em Movimento”.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O Círio 2021 está na porta e o Belém quer saber: qual a melhor comida do Círio na sua opinião?

77.8%
22.2%