-
07/02/2020 às 13h30min - Atualizada em 07/02/2020 às 13h30min

Cultivo de banana e cacau é tema de curso em Novo Repartimento

O objetivo é estimular e profissionalizar a cadeia da fruticultura no município.

Ascom Embrapa
Com edição do belem.com.br
Dados do IBGE revelam que o município está entre os maiores produtores de banana do Pará (Foto: Ronaldo Rosa)
     
Novo Repartimento, um dos maiores produtores de banana do Pará, recebe, nos dias 10 e 11 de fevereiro, o curso "Técnicas de cultivo de fruteiras: bananeira e cacaueiro em Sistemas Agroflorestais (SAFs)". O treinamento será realizado pela Embrapa Amazônia Oriental e parceiros para estimular e profissionalizar a cadeia da fruticultura no município.

Dados do IBGE revelam que o município está entre os maiores produtores de banana do Pará, além de se destacar na produção de cacau, cultura em que o estado tem se consolidado como maior produtor do Brasil. Com conteúdo teórico e aulas práticas em viveiro e área de produtor, o curso visa a qualificação de profissionais e de produtores em novas tecnologias para potencializar ainda mais setor produtivo na região. A formação de Sistemas Agroflorestais, tecnologia que aumenta a diversidade de espécies frutíferas e florestais e por consequência, a possibilidade de incremento de renda dos produtores, estará entre os temas abordados no curso.

De acordo com Domício de Souza Silva, da Secretaria de Agricultura de Novo Repartimento, a fruticultura, principalmente, o cultivo do cacau, é forte no município. "A bananicultura é importante pois é usada no consórcio com o cacau para o sombreamento e novas frutas estão sendo incorporadas pelos produtores, com foco na produção de polpa voltada a merenda escolar", explica. Ele comenta ainda que os principais desafios estão na aquisição de material genético de qualidade, que garante produtividade e tolerância a pragas e doenças, como é o caso da banana e os tratos culturais adequados.

Antônio José Menezes, agrônomo da Embrapa, ressalta que o curso é mais um passo importante na parceria com o município. Em 2019, relatou, foram instaladas na cidade três Unidades de Referência Tecnológica, (URTs) em Sistemas Agroflorestais. No local estão sendo testadas duas cultivares de bananeira da Embrapa que apresentam tolerância as principais doenças e pragas que acometem a região, uma das demandas dos produtores. "Junto aos parceiros, vamos intensificar o treinamento de agricultores e técnicos do setor agrícola do município de Novo Repartimento, para melhorar os sistemas de produção existentes na região, com o reforço na capacitação nos processos de manejo da cultura da bananeira, cacaueiro e a na formação de SAFs", enfatiza Antônio Menezes.

O curso é uma ação do projeto Tecnologias sustentáveis para o fortalecimento da fruticultura na Amazônia (Tecfruti), financiado pelo Fundo Amazônia e operacionalizado pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). É realizado por meio de parceria entre a Embrapa Amazônia Oriental, Coopercau, Ceplac, Secretaria Municipal de Agricultura de Novo Repartimento e Emater.

Serviço:
Curso Técnicas de Cultivo de Fruteiras: bananeira e cacaueiro
Data: 10 e 11 de fevereiro de 2020
Local: Viveiro da Prefeitura de Novo Repartimento
Realização: Embrapa Amazônia Oriental, Coopercau, Ceplac, Secretaria Municipal de Agricultura de Novo Repartimento e Emater.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%