-
10/02/2020 às 16h00min - Atualizada em 10/02/2020 às 16h00min

Programa Vida Ativa continua com inscrições abertas em Belém

Atividades físicas e recreativas iniciaram no dia 04 para cerca de 1.500 idosos

Agência Pará
Com edição do belem.com.br
As aulas são gratuitas sob a orientação de professores de Educação Física (Foto: Ascom/ Seel)
   
Pessoas com mais de 50 anos em busca de atividades físicas para assegurar o bem-estar do corpo e da mente ainda podem se matricular no Programa Vida Ativa da Terceira Idade, que oferece prática de hidroginástica, ginástica, aerodança, dança, caminhada, yoga, alongamento, vôlei e memorização, em Belém. As aulas do programa - que é uma iniciativa da Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel) - começaram no último dia 04.

Para Rosangela Raiol, de 59 anos, a participação no programa foi decisiva para enfrentar um problema pessoal. “Faço parte do Vida Ativa há quatro anos e o programa representa tudo pra mim. Eu venci a depressão. Minha vida ficou mais alegre e passei a ter ânimo. Cada aula que participei foi me ajudando a superar e vencer meus problemas”, conta Rosangela.

O programa Vida Ativa na Terceira Idade iniciou no ano de 1999, implantado pela Seel, com objetivo de atender o público com mais de 50 anos, proporcionando o acesso à atividade física de forma orientada, possibilitando com isso qualidade de vida (ainda maior) e o resgate da autoestima da pessoa idosa.

“A Seel trabalha essas praticas esportivas, recreativas e culturais, porque preenchem a vida do idoso, estimulando e valorizando o seu desenvolvimento e a participação na sociedade”, afirmou o secretário de Esporte e Lazer, Arlindo Silva.

O Vida Ativa oferece aulas gratuitas proporcionando acesso à atividades físicas sob a orientação de professores de Educação Física e supervisionadas por técnicos em Gestão de Esporte e Lazer. Atualmente, o programa atende cerca de 1.500 mil idosos, em quatro núcleos distribuídos pelos municípios de Belém e Ananindeua.

As inscrições podem ser feitas nos núcleos da Tuna Luso Brasileira, localizada na Avenida Almirante Barroso; na sede campestre da Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Asalp), na Rodovia Mário Covas; no Estádio Olímpico do Pará, o Mangueirão; e na Escola Triunfo, situada na travessa Barão do Triunfo. Os interessados devem apresentar o atestado do cardiologista, uma foto 3x4 e cópia do RG. Mais informações: (91) 3201-2347.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

66.7%
4.8%
0%
9.5%
19.0%