-
12/02/2020 às 11h10min - Atualizada em 12/02/2020 às 11h10min

Lenda do Açaí é o tema do enredo da escola Império Pedreirense em 2020

A Embaixada entrará na avenida com a comissão de frente representando o ritual do Sacrifício de Iaçá

Agência Belém
A Embaixada entrará na avenida com a comissão de frente representando o ritual do Sacrifício de Iaçá. (Foto: Agência Belém)
   
"Quem assistiu ao desfile de carnaval da Embaixada, no ano passado, irá se surpreender com o que estamos preparando para a avenida, este ano", adiantou o carnavalesco Jorge Pantoja.  A agremiação Embaixada de Samba do Império Pedreirense, do bairro da Pedreira, levará para a Aldeia Amazônica, o enredo "Açaí - o Sabor do Pará: da Amazônia Para o Mundo", no sábado, dia 15. 

O enredo conta a Lenda do Açaí, uma das frutas mais amadas pelos paraenses, e o processo de descobrimento da fruta, por meio da indústria, que fez o açaí sair do consumo local e ser conhecido no mundo.

A Embaixada entrará na avenida com a comissão de frente representando o ritual do Sacrifício de Iaçá, a índia de uma tribo que habitava as terras do Pará, na localidade onde hoje é Belém, e foi sacrificada ao deus Tupã para que não faltasse alimento para os mais velhos da tribo. A lenda diz que onde Iaçá foi enterrada nasceu a palmeira de açaí.

Escola - Para falar sobre a ascensão do comércio da fruta no mundo, a escola levará 1.400 brincantes, divididos em 12 alas muito coloridas. Segundo o carnavalesco Jorge Pantoja, apesar das cores da escola serem azul, vermelho e branco, ele não se prendeu a elas e levará à avenida um carnaval com uma vasta paleta de cores.

"Pude brincar bastante, por exemplo, temos uma ala azul e amarelo, que homenageia o município de Igarapé Miri, que é considerada a capital mundial do açaí”, adiantou.

“Colocar esse enredo na avenida foi desafio, tivemos que trabalhar muito e abusar da criatividade para que, usando materiais diferentes, a gente consiga chegar ao objetivo de ver a escola campeã e fazer um grande carnaval”, completou o carnavalesco. 

O desafio de levar para a Aldeia Amazônica um enredo que exige tanta criatividade foi aceito pelo jovem Arthur Ferreira, de 17 anos, que trabalha pela primeira vez como aderecista em uma escola de Samba.

"Eu estou gostando muito da experiência, faço tudo com muito gás e espero estar aqui no ano que vem, de novo. Trabalhando aqui, entendi que o carnaval começa muito antes de fevereiro e a dedicação de quem trabalha nele motiva a gente. Eu gosto muito de todo mundo que conheci aqui", contou Arthur. 

Desfiles - Os desfiles das Escolas de Samba de Belém 2020, na Aldeia Amazônica, serão realizados nos dias 14, 15 e 16 de fevereiro. No dia 14, será o desfile do Segundo Grupo das Escolas de Samba; no dia 15, do Primeiro Grupo (Especial); e no dia 16, do Terceiro Grupo. Nos distritos de Belém haverá concurso de escolas de samba e blocos, sendo no dia 24, em Icoaraci; e no dia 25, em Outeiro.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.9%
2.8%
2.7%
2.2%
4.6%
14.4%
1.5%
3.2%
1.1%
57.5%