-
15/02/2020 às 18h00min - Atualizada em 15/02/2020 às 18h00min

Escolas do Primeiro Grupo disputam o título de campeã do Carnaval

Cada escola terá 60 minutos para passar pela avenida do samba

Agência Belém
Com edição do belem.com.br
As escolas do grupo especial já estão prontas para entrar na avenida (Foto: Hugo Tomkiwitz/Agência Belém)
     
O “Bairro do Samba e do Amor”, Pedreira, vai brilhar de um jeito diferente na noite deste sábado (15), quando as agremiações do Primeiro Grupo começam a passar pela avenida a partir das 19 horas, na Aldeia Amazônica, para o Desfile Oficial das Escolas de Samba de Belém, realizado pela Prefeitura de Belém, por meio da Fundação Cultural do Município de Belém (Fumbel), em parceria com a Liga das Escolas de Samba (ESA).

A agremiação Unidos do Benguí, que subiu para o Primeiro Grupo no último carnaval, abre a noite de apresentações com o enredo “Belém, Berço da Democracia - Onde o Sol Nasce para Todos”. Em seguidas, as outras oito escolas que integram o Primeiro Gripo, se apresentarão, tendo 60 minutos para cada uma passar pela avenida. Durante toda a noite de folia, aproximadamente, 15 mil brincantes passarão pelo corredor do samba defendendo a escola do coração.

A Aldeia Amazônica, recém-reformada, está toda equipada com refletores, banheiros químicos, estrutura reforçada para receber o público que pode adquirir os ingressos mediante a troca por um quilo de alimento não perecível, que deve ser trocado nas sedes das escolas de samba e também na Aldeia Amazônica, nos dias 15 e 16 deste mês.

Para o presidente da Fumbel, Fábio Atanásio, a expectativa é muito grande para o carnaval 2020. “Todo esforço foi feito. Nós temos a Aldeia Amazônica totalmente recuperada e com todos os equipamentos necessários. Tivemos também uma construção em diálogo com todas as agremiações que vão fazer parte da competição e julgadores habilitados, conforme nossas diretrizes”, disse.

Quesitos - O Corpo de Julgadores é composto por 30 titulares e seis suplentes, que irão apreciar os quesitos, atribuindo-lhes notas de 9 a 10 pontos, sendo permitido o fracionamento dessas notas em décimos.

As Escolas de Samba serão avaliadas nos seguintes quesitos: comissão de frente, mestre sala e porta-bandeira, enredo, samba-enredo, bateria, evolução, fantasia, alegoria, harmonia e porta-estandarte. Todas as cabines de julgamento têm placas de identificação dos quesitos a serem apreciados.

Trânsito - A concentração das escolas ocorrerá na avenida Pedro Miranda com a Doutor Freitas e a dispersão seguirá pela avenida entre as travessas Lomas Valentinas e Angustura.

Para garantir a segurança do público e a circulação dos componentes das escolas, será interditada a pista central da Pedro Miranda e as pistas do entorno da Aldeia Amazônica, na avenida Pedro Miranda entre travessa Lomas Valentinas e avenida Doutor Freitas.

A interdição valerá em todos os dias de desfile, a partir das 17 horas, e permanecerá até o término das atividades do Carnaval.

Conheça, agora, as escolas de samba, que integram o Primeiro Grupo (Especial), e que desfilam na noite deste sábado (15), a partir das 19 horas, na Aldeia Amazônica, no bairro da Pedreira:

1. Mocidade Unida do Benguí
Enredo: Belém, Berço da Democracia - Onde o Sol Nasce para Todos.
Início: às 19 horas

2. Embaixada do Império Pedreirense
Enredo: Açaí, o Sabor do Pará da Amazônia para o Mundo.
Início: às 20h10

3. Deixa Falar
Enredo: Gugu, Dadá! Mi, Mi, Mi! Bumbum! Sátira Simpática de um Carnaval Pequeno
Início: às 21h20

4. Piratas da Batucada
Enredo: Miguel Santa Brígida: O Arcanjo Dionisíaco do Drama, Fé e Carnaval!
Início: às 22h30

5. Rancho Não Posso Me Amofiná
Enredo: Às Margens do Maratauíra, Encontrei a Terra dos Homens Fortes e Valentes.
Início: às 23h40

6. Império de Samba Quem São Eles
Enredo: A Beleza de Ser um Aprendiz.
Início: 00h50

7. Bole-Bole
Enredo: Guamá: O Rio que Chove Poesia.
Início: às 2 horas

8. Xodó da Nega
Enredo: A luta das Mulheres Muda o Mundo pelo Direito de Ser e Amar.
Início: às 3h10

9. Matinha
Enredo: Horizonte de Esmeraldas! No Voo e no Canto da Coruja pelos Diferentes, na Escola das Diferenças.
Início: às 4h20

Serviço:
Os ingressos dos setores A, B e C de arquibancadas, para assistir aos desfiles são grátis, e podem ser adquiridos mediante a troca por um quilo de alimento não perecível, que devem ser trocados nas sedes das escolas de samba e também em um posto localizado na Aldeia Amazônica.
 
 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%