-
-
14/05/2020 às 10h17min - Atualizada em 14/05/2020 às 10h17min

Casarão do Boneco retoma atividades com Amostraí Virtual

O ingresso continua sendo na base do pague quanto puder, mas desta vez, por meio de depósito bancário

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do belem.com.br
O objetivo agora é ocupar os espaços virtuais com o intuito de manter o projeto de manutenção do Casarão do Boneco (Foto: Reprodução/Facebook)
            
No próximo sábado (16), a partir das 17h, o Amostraí, ação desenvolvida desde 2015, com apresentação de espetáculos e contação de histórias, no Casarão do Boneco, estará de volta, em formato virtual, aderindo o que vem sendo adotado pelo meio cultural como forma de manter suas atividades e também a sobrevivência de espaços, grupos coletivos e artistas. Nesta edição serão apresentadas, ao vivo, três contações de histórias que duram entre 15 e 20 minutos. 

“Acreditamos na arte como um caminho, é o que temos a oferecer em contrapartida a tudo que todos estão vivendo neste momento de Pandemia e contamos com o seu apoio para que possamos continuar nosso trabalho de incluir a arte como ingrediente importante na cesta básica de todo cidadão”, diz o coletivo de artistas que integram o Casarão do Boneco.

O objetivo agora é ocupar os espaços virtuais com o intuito de manter o projeto de manutenção do Casarão do Boneco que até antes do decreto de isolamento social, no início de março, vinha realizando suas atividades normalmente. Tudo que estava arrecadado, além de ser dividido para os cachês de artistas, também era investido no espaço físico, hoje fechado, mas que ainda assim precisa de manutenção. 

Nesta primeira edição do Amostraí Virtual serão apresentadas as histórias “No que acreditam nossos parentes”, da Cia. Girândola de Contadores de Histórias, com Alci Santo; “Mundiado – A história da Cobra Grande”, da Cia de Teatro Madalenas, com Leonel Ferreira e ainda “Narrações cantaroladas de gatos e outros animais selvagens”, da a Cia Sorteio de Contos, com Lucas Alberto .
Seguindo a tradição de suas narrativas nesta apresentação on-line Lucas Alberto pede licença para entrar em nossas casas e uma leitura cantada do livro infantil “Gato Cachorro”, de autor desconhecido. O ator contador de histórias pedirá para que as pessoas sigam uma cantoria animada e descontraída dos bichos de cada foto do livro de pano, que será mostrado.

“Não vale errar heim”, brinca. Em seguida, ele vai animar objetos que podem ser encontrados em casa. “Contarei a história de como os gatos começaram a morar com os humanos. Começa com uma gata esperta que conquista todos com sua música, mas que deseja encontrar o anima mais... O resto não conta agora”, diz Lucas.  

Alci Santos traz a história de três mitos de origem, segundo os povos da floresta do Brasil. E Leonel Ferreira faz um mergulho no imaginário popular amazônico no qual causos são representados e divididos em momentos de suspense e diversão todos ligados ao universo da encantaria.

“Nós do Casarão do Boneco, em primeiro lugar, queremos dizer que estamos solidários a todos os que perderam um ente querido, ou que estão em sofrimento por este processo pandêmico que estamos atravessando. Sabemos que nada pode reparar tantas perdas, e que diante deste caos e desgovernos que vivemos, estamos tateando caminhos de cura, de mais amor e solidariedade”, finaliza o grupo.

PROGRAMAÇÃO
·      No que acreditam nossos parentes...?
·      Mundiado – A história da Cobra Grande
·      Narrações cantaroladas de gatos e outros animais
 
Serviço:
AMOSTRAÍ VIRTUAL - Sábado, 16 de maio, às 17h - Transmissão ao vivo pelo facebook: https://www.facebook.com/casaraodoboneco/ . Ingresso: Pague quanto puder, com depósito na conta do Banco do Brasil - Ag. 2946-7 – c/c:  716.222-7 (Leonel Rodrigues Ferreira). Mais informações: 91 9 8365.8581 (Whatsapp).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor do isolamento social?

30.7%
68.8%
0.4%
-
-
-