-
15/06/2020 às 20h00min - Atualizada em 15/06/2020 às 20h00min

Grupo produz Equipamentos de Proteção para profissionais da saúde

Atualmente, o grupo conta com mais de 100 voluntários, com diversas áreas de atuação

Assessoria de Comunicação da UFPA
Com edição do belem.com.br
Ainda é possível ajudar o grupo por meio de doações (Foto: Divulgação)
    
O Grupo Solidários da Saúde já doou mais de 65 mil Equipamentos de Proteção Individual (EPI) para profissionais de saúde de hospitais de diversos municípios do Pará. O grupo é formado por profissionais de diversas instituições, especialmente da Universidade Federal do Pará (UFPa) e da Universidade do Estado do Pará (UEPa). Segundo Marília Brasil, professora do Núcleo de Medicina Tropical da UFPA e coordenadora do Grupo Solidários da Saúde, o grupo surgiu por conta da escassez de EPIs para profissionais de saúde. "Nós sabemos da importância dos EPIs, e, naquele momento, no final de março, sabíamos que muitos nem estavam preparados. A pandemia chegou com força total", relembra a professora.
 
Inicialmente, o grupo pretendia apenas fazer a arrecadação de fundos para a compra dos equipamentos de proteção, mas diante do crescimento do número de integrantes na ação solidária, o grupo começou a produzir artesanalmente os EPIs. Atualmente, o grupo conta com mais de 100 voluntários, com diversas áreas de atuação. Entre esses integrantes, estão dez costureiras e diversos artesãos, que atuam no projeto confeccionando as máscaras de proteção e as face shields.
 
Além dos equipamentos de proteção, o Movimento também doou diversos equipamentos que, embora ainda estejam em fase experimental, estão obtendo resultados significativos e fazendo a diferença na hora de salvar vidas: as máscaras de mergulho. Os equipamentos, que foram cedidos pela Motiro/Decathlon, foram doados para hospitais de diversas regiões do estado, como a Santa Casa de Misericórdia, que está utilizando as máscaras de mergulho para a realização da ventilação mecânica em pacientes da Covid-19, evitando a intubação, proporcionando uma terapia não invasiva nos pacientes.
 
Como ajudar:
De março a Junho, o Movimento Solidário da Saúde já arrecadou mais de 135 mil reais, que foram investidos em EPIs para profissionais da saúde de diversas UPAs e Hospitais de todo o Estado. Mas, com a solidariedade de todos, o projeto pode alcançar ainda mais pessoas. Para doar basta clicar aqui ou realizar depósitos bancários.
 
Banco do Brasil
Ag. 2946-7
Conta Poupança: 51609-0
+ NUBANK
AG: 0001 
CONTA: 20289649-9
Thomaz Xavier Carneiro
CPF: 806649892-68
 
 748 - BANCO COOPERATIVO SICREDI S.A. - BANSICREDI
Agência: 2001
Conta: 00317-4
EDMUNDO FROTA DE ALMEIDA SOBRINHO
CPF: 042.049.802-87

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.9%
2.8%
2.7%
2.2%
4.6%
14.4%
1.5%
3.2%
1.1%
57.5%