-
23/10/2020 às 14h12min - Atualizada em 23/10/2020 às 14h12min

5ª recarga do vale-alimentação escolar começa a ser paga nesta sexta

Benefício atenderá alunos matriculados na rede pública do estado

Agência Pará
Com edição do Belém.com.br
O valor de R$ 80 deve ser utilizado exclusivamente na compra de alimentos ao aluno em até 90 dias. (Foto: Jader Paes)
      
A quinta recarga dos cartões de vale-alimentação escolar, da rede estadual de ensino, começa a ser disponibilizada a partir desta sexta-feira, 23 de outubro. Segundo o Governo do Pará, o benefício será ofertado de forma gradativa para todos os alunos matriculados na rede pública do estado.


Nesta sexta (23), o auxílio estará disponível para os estudantes de Belém, Ananindeua, Benevides, Marituba e Santa Bárbara. A estimativa da Secretaria de Estado de Educação (Seduc) é atender, neste primeiro momento, 212.660 estudantes.

A recarga, no valor de R$ 80 por aluno, estará liberada para uso imediato. Desde abril o benefício começou a ser pago para os alunos matriculados nas escolas estaduais, como forma de garantir alimentação durante o período de suspensão das aulas.

A empresa MeuVale é a responsável pelo gerenciamento das recargas. Dúvidas sobre o uso do auxílio poderão ser respondidas por meio do aplicativo e dos números de contato da empresa informados no verso do cartão. 

O valor de R$ 80 deve ser utilizado exclusivamente na compra de alimentos aos alunos em até 90 dias.

Cronograma de distribuição do vale-alimentação será da seguinte maneira:

Dia 26/10: Região do Guamá
- Castanhal
- Colares
- Curucá
- Igarapé-Açu
- Inhangapi
- Magalhães Barata
- Maracanã
- Marapanim
- Santa Izabel do Pará
- Santa Maria do Pará
- Santo Antônio do Tauá
- São Caetano de Odivelas
- São Domingos do Capim
- São Francisco do Pará
- São João da Ponta
- São Miguel do Guamá
- Terra Alta
- Vigia

Dia 27/10: Região do Baixo Amazonas
- Alenquer
- Almeirim
- Belterra
- Curuá
- Faro
- Juruti
- Mojuí dos Campos
- Monte Alegre
- Óbidos
- Oriximiná
- Prainha
- Santarém
- Terra Santa

Dia 28/10: Região do Tocantins
- Abaetetuba
- Acará
- Baião
- Barcarena
- Cametá
- Igarapé-Miri
- Limoeiro do Ajurú
- Mocajuba
- Moju
- Oeiras do Pará
- Tailândia

Dia 29/10: Região do Rio Caeté
- Augusto Correa
- Bonito
- Bragança
- Cachoeira do Piriá
- Capanema
- Nova Timboteua
- Peixe-Boi
- Primavera
- Quatipuru
- Salinópolis
- Santa Luzia do Pará
- Santarém Novo
- São João de Pirabas
- Tracuateua
- Viseu

Dia 30/10: Região do Carajás
- Bom Jesus do Tocantins
- Brejo Grande do Araguaia
- Canaã dos Carajás
- Curionópolis
- Eldorado dos Carajás
- Marabá
- Palestina do Pará
- Parauapebas
- Piçarra
- São Domingos do Araguaia
- São Geraldo do Araguaia
- São João do Araguaia

Dia 03/11: Região do Xingu
- Altamira
- Anapu
- Brasil Novo
- Medicilândia
- Pacajá
- Placas
- Porto de Moz
- Senador José Porfírio
- Uruará
- Vitória do Xingu

Dia 04/11: Região do Tapajós
- Aveiro
- Itaituba
- Jacareacanga
- Novo Progresso
- Rurópolis
- Trairão

Dia 05/11: Região do Rio Capim
- Abel Figueiredo
- Aurora do Pará
- Bujarú
- Capitão Poço
- Concórdia do Pará
- Dom Eliseu
- Garrafão do Norte
- Ipixuna do Pará
- Irituia
- Mãe do Rio
- Nova Esperanca do Piriá
- Ourém
- Paragominas
- Rondon do Pará
- Tomé Açú
- Ulianópolis
 
Dia 06/11: Região do Marajó
- Afuá
- Anajás
- Bagre
- Breves
- Cachoeira do Arari
- Chaves
- Curralinho
- Gurupá
- Melgaço
- Muaná
- Ponta de Pedras
- Portel
- Salvaterra
- Santa Cruz do Arari
- São Sebastião da Boa Vista
- Soure

Dia 09/11: Região do Lago de Tucuruí
- Breu Branco
- Goianésia do Pará
- Itupiranga
- Jacundá
- Nova Ipixuna
- Novo Repartimento
- Tucuruí

Dia 10/11: Região do Araguaia
- Água Azul do Norte
- Bannach
- Conceição do Araguaia
- Cumarú do Norte
- Floresta do Araguaia
- Ourilândia do Norte
- Pau D'arco
- Redenção
- Rio Maria
- Santa Maria das Barreiras
- Santana do Araguaia
- São Félix do Xingu
- Sapucaia
- Tucumã
- Xinguara.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Com o aumento do número de casos e internações por covid-19 nos hospitais de Belém, você estaria de acordo com a adoção de ações mais rígidas para controlar um novo pico da doença na cidade?

50.0%
37.5%
12.5%