-
30/11/2020 às 14h00min - Atualizada em 30/11/2020 às 14h00min

Natal Solidário: voluntários pedem ajuda para arrecadar cestas básicas

As doações serão entregues às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade

Assessoria do Projeto
Com edição do Belém.com.br
Devido à pandemia, o grupo não poderá fazer sua arrecadação de porta em porta, ação que era a principal fonte de coleta. (Foto: Acervo do Grupo)
   
Voluntários do projeto "Natal Solidário dos Amigos da 41" realizam mais uma campanha solidária para arrecadar alimentos ou cestas básicas. O projeto enfrenta dificuldades por conta da pandemia do novo coronavírus.

As doações são entregues às famílias que vivem em situação de vulnerabilidade social no município de Ananindeua, Região Metropolitana de Belém, no domingo que antecede o Natal.

"Não estipulamos uma meta esse ano, mas quanto mais for possível arrecadar, mais famílias serão assistidas. Este tem sido o ano mais difícil, pois é na rua que a gente consegue arrecadar a maior parte dos alimentos. Estamos contando com a ajuda de familiares, amigos e pessoas que já conhecem o nosso projeto, que se sensibilizam e querem nos ajudar", explica o voluntário Rodrigo Gonçalves.  

Este ano, o grupo também não fará aquela tradicional festa de Natal, com a presença do Papai Noel, distribuição de brinquedos, lanches e brindes. 

"Agendaremos com as famílias o dia e o horário específico, para que não haja aglomeração. Vamos seguir todas as medidas de segurança. Em tempos de pandemia a ajuda a essas famílias é ainda necessária. Não podemos abandoná-las", destaca o voluntário do projeto.

Ano passado, o projeto beneficiou 300 famílias e quase 350 crianças que vivem em comunidades carentes de Ananindeua.

O objetivo do grupo é despertar na população a importância da responsabilidade social e solidária, além de conscientizar de que pequenas ações podem fazer a diferença.

Serviço
Interessados em fazer doações de alimentos ou cestas básicas podem se dirigir à sede do projeto, que fica na Cidade Nova 8, WE 41 B, nº 632, em Ananindeua ou entrar em contato com o grupo, através da página oficial do projeto no Facebook ou através dos telefones (91) 98117-1860 ou (91) 98098-5672 ou (91) 98045-3484 ou (91) 98509-9090.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

A Prefeitura de Belém autorizou o Carnaval 2022 e você acha:

0%
100.0%