-
19/12/2020 às 12h03min - Atualizada em 19/12/2020 às 12h03min

Grupo 'Amigos do Jipe' realiza ação social neste sábado em Irituia (PA)

Voluntários vão levar atendimentos de saúde e doar alimentos

Da redação do Belém.com.br
O grupo vem atuando junto a comunidades carentes desde 1995. (Foto: Reprodução/Redes sociais)
     
Entre 19  a 21 de dezembro, o grupo solidário Amigos do Jipe vai estar realizando o “Natal Solidário” na comunidade quilombola de São Miguel do Guamá, localizada no município de Irituia, no nordeste paraense. Atuando pela primeira vez nesta comunidade, a equipe pretende atender aproximadamente 500 famílias.

O grupo formado por 43 voluntários vai levar vacinas e uma equipe de técnicos de enfermagem para atender os moradores da localidade. “Vamos primeiramente atender os pedidos de natal solicitados pelas crianças e depois vamos fazer atendimentos de saúde e a doação de cestas de alimentos e medicamentos”, explica o presidente do grupo, Djalma Alencar.

A ação social na comunidade quilombola de São Miguel do Guamá foi solicitada pelos próprios moradores do local. “Já fizemos um pré-levantamento e vimos que tem aproximadamente 300 crianças. Então, vamos fazer um atendimento na área de saúde e atenção a essas pessoas.Quando somos solicitados para fazer uma ação desse tamanho, ficamos felizes em ver que as comunidades carentes reconhecem o nosso trabalho”, enfatiza Alencar.

Para aqueles que querem ajudar o grupo com essa e as demais ações realizadas ao longo do ano, o canal de ajuda financeiro é esse daqui: Agência: 4451-2; Conta Corrente: 23.556-3.

Os Amigos do Jipe
 

O grupo vem atuando junto a comunidades carentes desde 1995. A partir de 2000, os Amigos do Jipe passaram a levantar informações do município no qual a ação será realizada, para saber com mais exatidão o que os moradores estão necessitando.  

No Pará, a atuação do grupo se concentra em localidades como Belém, Bragança, Benevides, Acará, Bujaru, Moju, Igarapé-Miri, Cametá, Salinópolis, Vigia e no arquipélago do Marajó.

As ações têm cunho social e ocorrem por meio da oferta de palestras, produtos de higiene bucal, atendimentos de enfermagem, apadrinhamento de famílias carentes, doação de alimentos, brinquedos e materiais de saúde.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Com o aumento do número de casos e internações por covid-19 nos hospitais de Belém, você estaria de acordo com a adoção de ações mais rígidas para controlar um novo pico da doença na cidade?

63.0%
17.8%
19.1%