-
25/12/2020 às 12h00min - Atualizada em 25/12/2020 às 12h00min

Cartilha traz orientações sobre protocolos de segurança em festas de Natal e Ano Novo

O ideal é comemorar apenas com pessoas que morem na mesma casa

Pró Saúde
Com edição do Belém.com.br
Cuidados incluem não compartilhar utencílios, distanciamento social e uso de máscaras. (Foto: Volodymyr Hryshchenko)
    
Com a taxa de contágio do novo coronavírus em alta em várias regiões do Brasil, reunir a família para celebrar as festas de fim de ano deve ser diferente em 2020, segundo a cartilha produzida pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e divulgada pelo Ministério da Saúde.
 
O material orienta sobre como preparar e servir os alimentos, a organização do ambiente e medidas gerais de proteção tanto para quem vai receber outras pessoas em sua casa, como quem vai para algum evento.
 
Clique aqui e veja a cartilha completa.
 
A médica infectologista, Andréa Beltrão, explica que a melhor forma de evitar a proliferação da doença para a família é abrir mão de uma comemoração presencial.
 
"Ficar em casa ainda é a melhor alternativa de segurança nesse momento. Mas se for receber ou realizar visitas, as medidas de segurança ainda estão valendo, como o uso de máscaras e álcool em gel", alertou.
 
Caso você receba visitas ou precise ir na casa de algum familiar, a Fiocruz orienta:
  1. Use máscara sempre que não estiver comendo ou bebendo;
  2. Tenha um saco para guardar a máscara quando estiver comendo ou bebendo e a mantenha limpa e seca entre os usos;
  3. Tenha uma máscara limpa extra, para o caso de necessidade de troca (tempo de uso, umidade ou sujeira);
  4. Evite aglomerações e mantenha a distância de, pelo menos, 2 metros entre os participantes;
  5. Evite apertos de mão ou abraços;
  6. Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados. Evite o uso de ar-condicionado;
  7. Lave as mãos com frequência durante o evento com água e sabão ou use álcool;
  8. Não compartilhe objetos, como talheres ou copos;
  9. Após tocar em objetos que estejam sendo compartilhados com outros convidados (ex: utensílios para servir a comida, jarras e garrafas), lave as mãos com água e sabão ou álcool.

Ambiente e convidados
  1. Limite o número de convidados de acordo com o tamanho do espaço, permitindo que as pessoas mantenham distância de 2 metros entre si;
  2. Oriente seus convidados a levarem suas próprias máscaras;
  3. Evite música alta para que as pessoas não tenham que gritar ou falar alto. Caso alguém esteja contaminado com o vírus, lançará um número maior de partículas virais no ambiente;
  4. Dê preferência a locais abertos ou bem ventilados. Evite o uso de ar condicionado;
  5. Não deixe que os convidados formem filas para serem servidos;
  6. Oriente os convidados a não se sentarem todos reunidos na hora da ceia. Organize espaços separados para pessoas que moram juntas;
  7. Tenha sabão e papel para secagem de mãos disponíveis no banheiro. Evite o uso de toalhas de pano;
  8. Disponibilize álcool em gel nos ambientes;
  9. Utilize lixeiras com pedais para que as pessoas descartem seus lixos sem precisar colocar as mãos na tampa. Lave as mãos após esvaziar a lata de lixo.

Preparo e forma de servir os alimentos
  1. Lave as mãos antes de preparar a comida e use máscara durante o preparo;
  2. Limite o número de pessoas no ambiente em que a comida estiver sendo preparada ou manuseada;
  3. Caso ofereça bebidas, disponibilize-as em embalagens individuais (latas ou garrafas), arrumadas em baldes com gelo, para que as pessoas possam se servir sozinhas;
  4. Ofereça condimentos, molhos para salada ou temperos embalados individualmente, sempre que possível;
  5. Evite o compartilhamento de utensílios para servir a comida. Pratos e bebidas em recipientes não individuais devem ser servidos por uma única pessoa. O responsável deve lavar as mãos antes de servir e sempre usar a máscara;
  6. Após o evento, lave toda a louça em água corrente e com detergente, ou use a máquina de lavar louças.

Pessoas que devem evitar encontros
  1. Está com sintomas relacionados à Covid-19 ou já tem o diagnóstico da doença;
  2. Ainda está no período de 14 dias desde que teve os primeiros sintomas relacionados à Covid-19 (mesmo que não tenha feito um teste de diagnóstico);
  3. Está aguardando o resultado de um teste molecular para saber se está com Covid-19.
   
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.9%
2.8%
2.7%
2.2%
4.6%
14.3%
1.5%
3.1%
1.0%
57.7%