-
05/01/2021 às 16h00min - Atualizada em 05/01/2021 às 16h00min

Remédios usados no combate à covid-19 têm isenção de impostos prorrogada

Prazo terminaria em 2020, mas foi estendido para aumentar a oferta de medicamentos

Agência Brasil
Com edição do Belém.com.br
Com a decisão, 298 medicamentos e insumos continuam isentos de alíquotas e tributos. (Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil)
     
A isenção de impostos de importação de remédios e insumos usados no combate à covid-19 foi prorrogada até junho de 2021. A determinação da Câmara de Comércio Exterior do Ministério da Economia (Camex) garante que 298 medicamentos e insumos continuem isentos de alíquotas e tributos.


Segundo o Ministério da Economia, o objetivo é ampliar a oferta de medicamentos com a redução de custos, gerada pela retirada dos tributos de importação.

A resolução também estabelece que os órgãos responsáveis pelo licenciamento deem prioridade à análise e liberação dos medicamentos e insumos destinados ao combate ao novo coronavírus (covid-19).
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Com o aumento do número de casos e internações por covid-19 nos hospitais de Belém, você estaria de acordo com a adoção de ações mais rígidas para controlar um novo pico da doença na cidade?

63.0%
17.8%
19.1%