-
12/01/2021 às 15h00min - Atualizada em 12/01/2021 às 15h00min

Prefeitura homenageia personalidades de Belém no aniversário da cidade

Entrega de medalhas ocorre hoje, às 19h, no Solar da Beira

Agência Belém
Com edição do Belém.com.br
Este ano recebem a honraria as personalidades que articulam ações e projetos no âmbito da educação, cultura e serviços sociais. (Foto: Fernando Sette)
    
Por ocasião dos 405 anos da capital paraense, nesta terça-feira, 12 de janeiro, o prefeito de Belém, Edmilson Rodrigues, realizará a entrega das medalhas do mérito Francisco Caldeira Castelo Branco, para onze personalidades que desenvolvem ou desenvolveram ações e benefícios em prol da cidade. O evento  será realizado no Solar da Beira, localizado no Complexo Ver-o-Peso, às 19h.

Este ano recebem a honraria as personalidades que articulam ações e projetos no âmbito da educação, cultura e serviços sociais. Os agraciados são: Cleide Moraes, cantora (In memoriam); Clotilde Melo de Sousa (Dona Coló), erveira do Ver-o-Peso; Edgar Augusto Camarão Proença, jornalista; Edilza Joana Oliveira Fontes, professora; Egidio Machado Sales Filho, advogado (In memoriam); Emmanuel Zagury Tourinho, professor e reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA); Joelma Kláudia Carvalho Pinto, cantora; José de Andrade Raiol, arquiteto; Luiz Arnaldo Dias Campos, cineasta; Maricila do Socorro Brito Gomes, ministra da Igreja Messiânica e Rosa Cristina Goia Santos, funcionária pública (Semec).

O mérito ocorre desde 1978, quando o então prefeito da cidade Ajax Carvalho D’Oliveira, instituiu o Decreto nº 14.535/78, no dia 1° de agosto de 1978. A partir desse momento, todo o ano, no dia 12 de janeiro, a honraria é entregue aos agraciados.  A condecoração do mais alto grau do município tem por objetivo homenagear pessoas físicas, jurídicas, nacionais ou estrangeiras que promovem ou promoveram ações e benefícios, que valorizam a população e a cidade de Belém. 

Francisco Caldeira Castelo Branco - Português capitão-mor da capitania do Rio Grande do Norte, enviado em missão para ocupar as terras próximas ao rio Amazonas, no ano de 1615, com objetivo de garantir proteção contra mais uma invasão dos franceses, já ocorrida em São Luís, Maranhão. Em 1616, o capitão-mor Francisco Caldeira Castelo Branco, desembarcou na baía do Guajará, em terreno elevado ergueu o Forte do Presépio, que deu origem à cidade de Belém.

Breve histórico dos agraciados

Maria Cleide Sousa Morais  (In memoriam) – A cantora Cleide Moraes estreou no cenário musical paraense nos anos 1980. Tornou-se marca registrada e patrimônio cultural no espaço artístico, passando pelos palcos da Assembleia Paraense, Casa da Seresta e realizava inúmeros shows pelas paróquias e centros comunitários. Em 2020, a artista completou 40 anos de carreira, e neste mesmo ano faleceu.

Dona Clotilde Melo de Sousa (Dona Coló) – Há 37 anos a erveira Dona Coló desempenha as atividades no Ver-O-Peso, na administração e vendas das tradicionais ervas, tradição herdada pelos avós e mãe. É conhecida, também, por receber diversas personalidades nacionais e internacionais.

Edgar Augusto Camarão Proença – Jornalista há 50 anos, atuou na Rádio Clube do Pará, Rádio Cultura FM e TV Cultura. Foi professor fundador do curso de Comunicação Social da Universidade Federal do Pará (UFPA), trabalhou no setor musical do Sesc Boulevard. O jornalista é o idealizador e produtor do programa Rádio Feira do Som, que completará 50 anos no ar, em 2022.    

Edilza Joana Oliveira Fonte – Formada em História pela Universidade Federal do Pará (UFPA),  realizou o Mestrado em História e Doutorado em História Social, na Universidade Estadual de Campinas.  Professora associada da Faculdade de História da UFPA do Programa de Pós-graduação. Realizou trabalhos como presidente do Conselho Estadual de Educação e atualmente é Secretária Adjunta da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Educação Profissional de Tecnológico do Pará.

Egídio Machado Sales Filho (In memoriam) – Foi membro fundador da Sociedade Paraense de Direitos Humanos, Secretário Municipal de Assuntos Jurídicos da Prefeitura Municipal de Belém no período de 1996 a 2004 e membro da Academia Paraense de Letras.

Emmanuel Zagury Tourinho – Mestre em Psicologia Social (PUC-SP) e Doutor em Psicologia em Psicologia Experimental (USP), Emmanuel Zagury Tourinho, exerce, desde 2016, a função de Reitor da Universidade Federal do Pará (UFPA). Tourinho é Coordenador da Área de Psicologia na Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Pró-Reitor de Pesquisa e Pós-Graduação da Universidade Federal do Pará e Presidente do Colégio de Pró-Reitores de Pesquisa e Pós-Graduação das Instituições Federais de Ensino Superior (COPROPI).

Joelma Kláudia – A cantora, compositora e produtora cultural, Joelma Kláudia desenvolve projetos no intuito de promover o intercâmbio cultural entre artistas de Belém e de diferentes regiões da Amazônia. O trabalho artístico da cantora se destaca em shows já produzidos como o “Show Diversidade”, que abordou a causa LGBTQI+. No ano de 2009 recebeu a Plaqueta Cultural Waldemar Henrique e em 2018 foi finalista do Festival de Música Popular Paraense.   

José de Andrade Raiol – Graduado em Arquitetura e Urbanismo pela Universidade Federal do Pará (UFPA) e Mestre em Arquitetura pela Universidade de São Paulo (USP), José de Andrade Raiol já passou pela Secretaria de Urbanismo de Belém e também Secretaria Estadual de Desenvolvimento Urbano e Regional do Estado do Pará. Atuou na função de técnico local da Organização das Nações Unidas, por meio da Agência Unhabitat.  Atualmente, é professor de arquitetura em faculdades de Belém.

Luiz Arnaldo Dias Campos -  Cineasta formado pela Universidade Federal Fluminense (UFF), Luís Arnaldo é carioca, residente em Belém desde 1996, atua com Presidente do Conselho Curador da Fundação Lauro Campos e Mariele Franco e já produziu as obras cinematográficas: “Chama Verequete”; “A Descoberta da Amazônia pelos Turcos Encantadores”;  “Aikewara, a Ressurreição de um Povo”. Foi Coordenador de Relações Internacionais da Prefeitura de Belém. 

Maricila do Socorro Brito Gomes – Conhecida pelos 42 de atuação e dedicação como ministra da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, Maricila do Socorro, formada em Serviço Social, na Universidade Federal do Pará (UFPA), desenvolve o trabalho como artesã e professora de artesanato. Como professora, tem como público pessoas idosas, no intuito de mantê-los ativos, elevar sua autoestima e prevenir doenças.

Marco Aurélio Arbage Lobo - Arquiteto, doutor em Desenvolvimento Socioambiental, foi professor da Universidade da Amazônia; exerceu cargo técnico no governo estadual e  atualmente exerce função técnica no Instituto Brasileiro de Geografia e Estatísticas (IBGE) desde 2012, como consultor na área de Planejamento Urbano.

Raimundo Alberto de Figueiredo Damasceno - Arquiteto e doutor e Pós-doutor em Educação; professor titular da Universidade Federal do Pará; exerceu a função de assessor especial de Paulo Freire na Secretaria Municipal de Educação de São Paulo; secretário etadual de Desenvolvimento Social do Pará;  atuamente, exerce a função de vice-coordenador do Fórum Estadual de Educação do Pará.

Serviço     
Assunto: Entrega de Medalhas Mérito Francisco Caldeira Castelo Branco
Data/hora: 12 de janeiro, às 19h
Local: Solar da Beira (Boulevard Castilhos França)
    
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Com o aumento do número de casos e internações por covid-19 nos hospitais de Belém, você estaria de acordo com a adoção de ações mais rígidas para controlar um novo pico da doença na cidade?

63.0%
17.8%
19.1%