-
26/01/2021 às 09h21min - Atualizada em 26/01/2021 às 09h21min

Inscrições para o Fies 2021 iniciam nesta terça (26)

Resultado será divulgado no dia 2 de fevereiro

Agência Brasil
Com edição do Belém.com.br
De acordo com o Ministério da Educação (MEC), este ano vão ser ofertadas 93 mil vagas. (Foto: Marcello Casal/Jr Agência Brasil)
      
Entre hoje, 26 de janeiro, até esta sexta-feira (29), os estudantes podem se inscrever para o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) 2021. As inscrições devem ser feitas no
portal do Fies e o resultado da seleção será divulgado no dia 2 de fevereiro. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), este ano vão ser ofertadas 93 mil vagas. 

Em caso de pré-seleção para uma vaga na chamada única do Fies, o candidato terá o período de 3 a 5 de fevereiro de 2021 para complementar sua inscrição. Quem não for pré-selecionado vai automaticamente para a lista de espera. A convocação por meio da lista de espera ocorrerá de 3 de fevereiro até 18 de março.

Pelo regulamento do programa, os candidatos pré-selecionados na lista de espera deverão complementar a inscrição no prazo de três dias úteis, contados do dia subsequente ao da divulgação da pré-seleção no site
FiesSeleção.

Criado em 1999, o Fies tem como meta facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas. Podem se inscrever no processo seletivo do Fies os candidatos que participaram do Enem, a partir da edição de 2010, e tenham obtido média aritmética nas provas igual ou superior a 450 pontos e nota superior a 0 na redação.

Também é necessário ter renda familiar mensal bruta, por pessoa, de até três salários mínimos. O programa é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa; o percentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino. Já o P-Fies tem regras específicas e funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica cobrança de juros.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.6%