-
26/01/2021 às 17h00min - Atualizada em 26/01/2021 às 17h00min

Belém entrevista: Nilson Chaves conta sobre recuperação e projetos futuros

O músico foi um dos milhões de brasileiros infectados pela covid-19 ano passado

Da equipe do Belém.com.br
Durante aproximadamente um mês de internação, Chaves travou em novembro do ano passado uma batalha contra a covid-19. (Foto: Divulgação)
   
Após vencer a covid-19, o músico paraense Nilson Chaves concedeu entrevista ao Belém.com.br sobre as suas expectativas e planos para esse ano, em meio os ainda embates à pandemia.

Eternizado pela canção "Sabor Açaí", Nilson Chaves é um dos nossos artistas mais conceituados internacionalmente, com passagens em turnê pela França e Alemanha e dois CDs lançados na Europa. O cantor também já recebeu indicação ao Grammy Latino em 2000 com CD comemorativo “25 anos ao vivo".

Nilson já começou 2021 lançando as músicas Bela Belém e Das Mangueiras, no aniversário da cidade, e com a expectativa que a situação do país volte à normalidade com o início da vacinação contra a covid-19. “Este ano temos projetos aprovados em leis de incentivo fiscal, que possibilitam turnês e shows, mas isso tudo só poderá ser concretizado na possibilidade da vacina resolver o nosso problema".

Em dezembro de 2020, um grupo de amigos se organizou em uma ação para angariar fundos para o processo de tratamento pós-covid de Nilson Chaves. Na palavras do cantor, isso foi de fundamental importância naquele momento. “Tenho uma gratidão eterna por todos os que têm me ajudado de alguma forma, tudo o que aconteceu durante o meu momento difícil, fiquei muito comovido e emocionado".

Durante aproximadamente um mês de internação, Chaves travou em novembro do ano passado uma batalha contra a covid-19. Inicialmente, o cantor ficou internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo, do Hospital de Campanha do Hangar. No dia 10 daquele mês, Nilson precisou ser transferido para a Santa Casa de Misericórdia do Pará, em decorrência do agravamento da doença.

Na Santa Casa, Nilson Chaves, que ainda está em processo de recuperação, foi entubado e chegou a ficar com 70% do pulmão comprometido. “O processo é lento, mas com resultados positivos. Já estou caminhando quase que normalmente e fazendo exercícios também de voz com a fonoaudióloga. Acho que mês que vem já estarei inteiro, se Deus quiser", compartilhou o músico.

Em 12 de dezembro de 2020, o coral ‘Saúde e Vida Maria Helena Franco' da Santa Casa do Pará marcava um dos dias mais emocionantes na vida do compositor paraense. O dia da alta médica e vitória contra a covid. “O reconhecimento dessa energia me fez rever muitas coisas. Acho que não foi só uma vitória minha e sim da equipe médica, de todos que rezaram por mim, e principalmente das mãos de Deus, que me ajudou a retornar ao planeta. Eu sinto essa vitória em forma de reflexão. Sobre valores, sobre a minha vida, minhas missões e o que vou fazer a partir de agora".

A pandemia da covid-19 já vitimoinfectou mais de 8 milhões de pessoas no Brasil. Entre os setores mais afetados, está a área do entretenimento. Segundo Nilson, a área da cultura vem sofrendo muito com a pandemia. “As lives foram uma forma encontrada de continuar, mas que não resolvem a situação do músico, por exemplo, que trabalha na noite e já está há 9 meses sem essa atuação. É um momento muito difícil".

Confira os novos lançamentos de Nilson Chaves





    
Confira informações sobre os seus últimos lançamentos e como contribuir na recuperação de Nilson Chaves no site do músico.
   
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.6%