-
06/03/2021 às 12h00min - Atualizada em 06/03/2021 às 12h00min

Laboratório estadounidense venderá 13 milhões de imunizantes para o Brasil

A farmacêutica Moderna se compromete a garantir o primeiro 1 milhão de doses até julho

Agência Brasil
Com edição do Belém.com.br
A Moderna se compromete a garantir 1 milhão de doses até julho, seguido de iguais quantias nos meses de agosto e setembro. (Foto: João Gomes/Comus)

     
Em reunião com o Ministério da Saúde nesta última sexta-feira (5), a farmacêutica Moderna confirmou que poderá ofertar ao Brasil 13 milhões de doses de vacina contra covid-19 ainda em 2021. Também foi discutido o cronograma de entrega dos imunizantes.

 


A promessa da companhia é garantir 1 milhão de doses até julho, e iguais quantias nos meses de agosto e setembro. Entre outubro e dezembro seriam disponibilizados os 10 milhões de doses restantes.

Em comunicado do ministério após o encontro, o secretário executivo da pasta, Élcio Franco, declarou que a posição apresentada pela empresa deu “segurança” para avançar na negociação e na assinatura do contrato.

De acordo com o secretário executivo, a negociação entrará agora na fase final. A minuta do contrato deverá ser elaborada para que o termo possa ser assinado pelas duas partes, concretizando a aquisição.

Franco lembrou que para a aplicação da vacina e o pagamento pelas doses é preciso que a vacina obtenha a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.9%
3.1%
3.3%
2.1%
4.9%
12.8%
1.6%
2.5%
1.3%
58.4%