-
23/04/2021 às 08h40min - Atualizada em 23/04/2021 às 08h40min

Região Metropolitana de Belém volta ao bandeiramento laranja; veja o que muda

A medida é baseada em avaliação sobre a redução das taxas de ocupação de leitos

Agência Pará
Com edição do Belem.com.br
Novo bandeiramento põe fim no toque de recolher. (Foto: Bruno Cecim/Agência Pará)
O Governo do Estado atualizou hoje (23) o Decreto Estadual 800/2020, que institui as medidas de enfrentamento à Covid-19 e o sistema de bandeiramento nas regiões de saúde do Pará. A medida determina que as regiões Metropolitana de Belém, Nordeste e Marajó Oriental saiam do bandeiramento vermelho e voltem à cor laranja, considerada de controle 1 na classificação de risco de contágio da doença. 

Essa alteração está relacionada diretamente à queda na ocupação de leitos clínicos e de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) nas últimas semanas. 

O que muda

As novas medidas permitem o funcionamento de restaurantes, lanchonetes, bares e estabelecimentos afins, desde que seja respeitada a lotação máxima de 50% da capacidade dos ambientes, e a venda de bebidas alcoólicas no período compreendido entre 6h e meia-noite. A apresentação de músicos ou artistas não pode ter número superior a seis pessoas. 

Fica permitido também o funcionamento, sem a necessidade de agendamento individual, de academias de ginástica, clínicas de estética, salões de beleza, barbearias e estabelecimentos afins. Passam a ser autorizados esportes coletivos profissionais e amadores, o funcionamento de clubes recreativos e a abertura de praias, balneários e igarapés e similares, sem limite de dias e horários. 

As lojas de conveniência, mercados e supermercados seguem funcionando normalmente, mas a venda de bebidas alcoólicas ficam proibida entre 0h e 6h.

Continuam proibidos

Segundo o Governo, apesar da flexibilização, segue proibido o funcionamento de boates, casas noturnas, casas de show, assim como a realização de shows e festas abertas ao público. Também continuam vetadas aglomerações, manifestações e reuniões com mais de 50 pessoas. 

Leitos

No momento do anúncio do governador, a ocupação de leitos clínicos no Pará era de quase 49%, enquanto o índice nos leitos de UTI estava em 79%.

Bandeiramento nas regiões

Apesar do afrouxamento das medidas restritivas na RMB, Nordeste e Marajó Oriental, outras regiões continuam com bandeiramento vermelho pelo alto nível de contágio e pressão no sistema de saúde. São elas: região do Xingu, Carajás, Araguaia e Marajó Ocidental. Baixo Amazonas e Tapajós (no Oeste) seguem com bandeiramento laranja.

 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.0%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.8%