-
27/04/2021 às 14h00min - Atualizada em 27/04/2021 às 14h00min

Exploração sexual de crianças e adolescentes é tema de oficina nesta quarta (28)

O debate será aberto ao público de forma gratuita

Assessoria do projeto Futuro Brilhante
Com edição do Belem.com.br
O Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países que mais exploram sexualmente crianças e adolescentes. (Foto: Reprodução)
          
A exploração sexual de crianças e adolescentes será tema de oficina realizada pelo projeto Futuro Brilhante, nesta quarta-feira (28), às 19h. O debate será online pelo
canal do projeto no Youtube e aberto ao público de forma gratuita.  
 
Com o tema “A exploração sexual comercial de crianças e adolescentes como modalidade de trabalho infantil”, o projeto tem como principal objetivo contribuir com a formação de profissionais da rede de atendimento e possibilitar que mais pessoas participem da capacitação e possam atuar de maneira efetiva no combate à exploração e altos índices de violência sexual infantojuvenil. 
 
Segundo dados do Instituto Liberta, reunidos a partir de estudos de organizações da sociedade civil e dados governamentais, o Brasil ocupa o segundo lugar no ranking de países que mais exploram sexualmente crianças e adolescentes. O levantamento aponta que são cerca de 500 mil vítimas por ano no país, deixando o Brasil atrás apenas da Tailândia. Ainda de acordo com a pesquisa, 75% das vítimas são meninas e, em sua maioria, negras.
  
Em 2020, mesmo no contexto de pandemia, o grupo realizou 39 palestras sobre crimes sexuais, dois Congressos Brasileiros de Prevenção à Violência Sexual Infantojuvenil, nove episódios do podcast e oito capítulos do livro infantil “As Aventuras da Ribeirinha” – os dois últimos têm o objetivo de mostrar como agem os abusadores e o que pode ser feito para proteger crianças e adolescentes da violência sexual infantojuvenil.
 
Nos meses de maio e junho, o grupo realizará palestras com outras temáticas também abertas ao público em geral. Para se inscrever, basta entrar em contato pelo WhatsApp (91) 99214-2537. 
 
Serviço
Data:
27 de maio: “Prevenção: a principal estratégia para o enfrentamento da violência sexual contra crianças e adolescentes”. 
9 de junho: “Como lidar com as sequelas psíquicas decorrentes da violência sexual infantil?”.
23 de junho: “Da revelação da violência sexual à sentença: por que o julgamento de crimes sexuais demora?”.
Hora: 19h

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.1%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.7%