-
12/05/2021 às 12h00min - Atualizada em 12/05/2021 às 12h00min

Prefeitura inicia cadastro socioambiental de moradores da Bernardo Sayão

O cadastro consiste na medição detalhada dos imóveis para uma avaliação atualizada

Agência Belém
Com edição do Belem.com.br
As equipes percorrem o trecho até o dia 20 de maio, cadastrando as famílias de 265 imóveis (Foto: Ascom/Promaben)
            
Moradores da Bernardo Sayão entre Fernando Guilhon e Quintino Bocaiúva recebem os cadastradores sociais da Prefeitura de Belém, por meio das equipes da Subcoordenação Social do Programa de Saneamento da Bacia da Estrada Nova - Promaben e do Consórcio TPF/Synergia. 
 
As equipes percorrem o trecho até o dia 20 de maio, cadastrando as famílias de 265 imóveis.
 
A coleta dos dados socioambientais é parte de um conjunto de ações que começa com a mobilização dos moradores que recebem panfletos explicativos e são instruídos sobre quais documentos são necessários e quem pode responder o questionário do cadastro socioambiental. 
 
Em seguida é feita a selagem dos imóveis. As equipes de engenharia fazem a demarcação da linha da obra e identificam os imóveis com a placa de selagem, um adesivo com o número do cadastro social, que é colado nas fachadas das casas das famílias que responderão ao questionário.
 
Após o cadastramento socioambiental os imóveis recebem novamente as equipes de engenharia para os estudos de avaliação a partir do cadastro físico, que consiste na medição detalhada dos imóveis para uma avaliação atualizada de acordo com os valores de mercado vigentes.
 
A retomada das obras do Promaben na Bernardo Sayão encontra-se nesta fase. O primeiro trecho está recebendo os cadastradores físicos, e agora começa o cadastramento social do segundo trecho.
 
A expectativa é de que até o mês de julho, sejam percorridos os seis trechos em que está dividida a Avenida Bernardo Sayão.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.7%
2.4%
4.5%
14.2%
1.4%
3.1%
1.0%
57.7%