-
08/06/2021 às 11h15min - Atualizada em 08/06/2021 às 11h15min

Igeprev agiliza concessão de benefício de pensão por morte; confira

Os atendimentos estão sendo realizados por meio de agendamento

Agência Pará
Com edição do Belem.com.br
Os atendimentos seguem até 24 de maio na sede do orgão.(Foto: Pedro Guerreiro/Agência Pará)
           
Com intuito de agilizar a análise e concessão do benefício de pensão por morte, o Instituto de Gestão Previdenciária do Pará (Igeprev) convocou 167 interessados a comparecerem à sede do órgão. A maioria dos processos pendentes se refere à morte de segurados por Covid-19. Os atendimentos foram iniciados em 31 de maio, e seguem até o dia 24 de junho, das 8h às 15h. A lista de convocados pode ser consultada no site do orgão.

Na listagem de convocação, também é indicado o dia em que cada interessado deve se dirigir ao Instituto, para evitar aglomeração. Quem não puder comparecer nas datas especificadas, precisa entrar em contato com o Igeprev pelos telefones, ou por meio das Estações Cidadanias localizadas nos shoppings da capital. Também é possível recorrer às unidades móveis que percorrem o interior, a programação está disponibilizada no site onde é possível realizar o agendamento para atendimento presencial.
 
O Igeprev também convoca dependentes de segurados que solicitaram auxílio funeral e que estão com documentos pendentes. A lista com os nomes e horário de atendimentos estão disponíveis no
site do Instituto. A orientação serve ainda para outros 430 servidores estaduais que solicitaram a Certidão por Tempo de Serviço (CTC)  e estão sendo chamados.
 
Serviço
Data: Atendimento a interessados em pensão por morte, auxílio funeral e certidão por tempo de trabalho;
Hora: Agendada por meio do site ou ligações para o órgão;
Local: Avenida Alcindo Cacela, 1962, entres as avenidas Magalhães Barata e Gentil Bittencourt, no bairro Nazaré, em Belém. 
Telefone: (091) 3182.3501, 3182.3502 e 3182.3503.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%