-
06/10/2021 às 08h00min - Atualizada em 06/10/2021 às 08h00min

Homenagem inédita marca abertura oficial do Círio 2021

Ação uniu poesia, natureza e fé de maneira inusitada

Equipe Belem.com.br
Ação "O Círio é da Nossa Natureza" fez homenagem com poemas de forma diferenciada. (Foto: Felipe Pereira)

 

As programações do Círio de Nazaré 2021 começaram, oficialmente, ontem (5), em Belém. A celebração, que teve início com a tradicional missa na Basílica Santuário, foi marcada por uma ação inédita, intitulada "O Círio é da Nossa Natureza", que encerrou a noite.

 

Na programação, rostos de poetas paraenses, projetados em árvores da praça Santuário, declamaram poemas em homenagem à Nossa Senhora de Nazaré. A proposta, idealizada pelo Belem.com.br, com patrocínio da VoxData, empresa de soluções tecnológicas em comunicação, teve o intuito de ser uma experiência multi sensorial, que busca demonstrar a intensa conexão entre a fé nazarena e a natureza que faz parte da cidade, impressionando o público que nunca tinha visto uma ação como essa no Círio antes.

 

Um dos devotos de Nazaré, também pesquisador em Comunicação Social e administrador do perfil @círiooutravez, Gabriel da Mota, comenta o que achou do projeto: "Eu achei essa ideia de homenagem muito diferente, muito inteligente. Tem tudo a ver com a Amazônia, a sensibilidade amazônica. Envolver poesia, natureza e tecnologia, que faz parte da Amazônia também, foi uma ideia muito inteligente".

Foto: Felipe Pereira

Foto: Felipe Pereira

O poeta Juraci Siqueira emprestou rosto e voz para a declamação dos poemas nas árvores.

Entre os poetas participantes do "O Círio é da Nossa Natureza" esteve o renomado Antônio Juraci Siqueira. O autor, também filósofo e contador de histórias, destacou o ineditismo da ação. "É com muita alegria que eu participo d'O Círio é da Nossa Natureza. Apesar de todos os anos eu participar de vários projetos relacionados ao Círio, para mim, esse aqui é novo. Emprestar a minha voz e a minha face para a mangueira recitar meu poema... Eu achei muito legal. Por isso eu fiquei muito feliz de ter sido convidado".

 

Outro grande nome da literatura paraense a participar foi Jorge Andrade, poeta, compositor e letrista. Ele conta que decidiu criar poemas exclusivos para a participação no projeto. "Foi uma sugestão minha fazer poemas específicos. É uma homenagem à Santa, à nossa festa do Círio, o Natal paraense. Os poemas expressam minha visão em relação ao Círio, à fé e ao sagrado. Mas, especialmente, um sentimento que une a todos nós: o anseio por dias melhores, por paz, principalmente neste momento que o país atravessa", ele comenta.

 

Para o escritor, a ideia de homenagear o Círio, por meio de uma ação poética, teve um significado especial. "A poesia tem uma função eficaz, porque a poesia é o texto mais íntimo do ser humano, por meio dela mostramos nossos mais profundos sentimentos. Não é à toa que, no momento, ela tem ajudado muita gente, gente que lê, que ouve ou cria seus poemas. Estou feliz com o projeto. Espero que continue em outros anos".

Foto: Nathália Costa

Foto: Nathália Costa

Inauguração das iluminação temática para o Círio na Praça Santuário.

"O Círio é da Nossa Natureza" durou por cerca de uma hora, sendo a atração final da noite de abertura das programações oficiais do Círio 2021, que contou, além disso, com a apresentação musical da Amazônia Jazz Band e com a premiação dos vencedores do concurso de redação do Círio. A noite teve, ainda, a inauguração da iluminação temática do Círio na Praça Santuário, conferindo mais encanto para os visitantes do local.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O que mais você gostou no Círio 2021

0%
5.3%
52.6%
31.6%
10.5%