-
17/10/2021 às 10h00min - Atualizada em 17/10/2021 às 10h00min

Aplicativo ajuda crianças e adolescentes a denunciar violências

Plataforma é ligada à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos

Agência Brasil
Com edição do Belem.com.br
Agora, crianças e adolescentes têm um recurso direto para fazer as denúncias. (Foto: Marcos Santos/USP)

 

O Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos (MMFDH) lançou o aplicativo “Sabe – Conhecer, Aprender e Proteger”. A ferramenta está diretamente ligada ao canal de denúncias Disque 100, vinculado à Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, e visa auxiliar crianças e adolescentes a se protegerem contra violências físicas, psicológicas e sexuais. Por enquanto, o app está disponível apenas para Android. 

 

O secretário nacional dos direitos da criança e do adolescente, Maurício Cunha, destacou que o aplicativo vai dar protagonismo para as próprias crianças e adolescentes fazerem denúncias.  "Hoje, no Brasil, de cada 100 denúncias de violência contra a criança e o adolescente, em 94 é um adulto que faz [a denúncia] pela criança. Ou seja, hoje é necessário que um adulto perceba aquela violência, que não é óbvia, muitas vezes, principalmente a violência sexual", explicou.

 

Canal 1510

 

Ainda da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, o governo também lançou um canal de denúncias exclusivo para professores e diretores. A operacionalização do serviço será em parceria com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O número de telefone é o 1510, em referência ao Dia do Professor, celebrado em 15 de outubro.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

A Prefeitura de Belém autorizou o Carnaval 2022 e você acha:

0%
100.0%