-
09/10/2019 às 14h20min - Atualizada em 09/10/2019 às 14h20min

Órgãos de segurança apresentam a Operação Círio 2019

A operação vai de 08 a 28 de outubro, com atuação de 8.970 agentes

Portal Belém
Agência Pará
Gestores da área de segurança apresentaram as novidades da operação para a imprensa (Foto: Elielson Modesto/Ascom Segup/Agência Pará)

A Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social do Pará (Segup) apresentou, nesta quarta-feira (9), em coletiva à imprensa, as ações que serão realizadas pelos órgãos da segurança integrados durante a Operação Círio 2019. Gestores da Segup, Polícias Militar e Civil, Corpo de Bombeiros, Detran e do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves divulgaram quantitativo de agentes, atividades que serão postas em prática, além das principais novidades desse ano.
 
Aproximadamente 83 mil turistas são esperados na 227ª edição do Círio de Nazaré. Sinônimo de devoção e fé, o evento é considerado a maior festa religiosa do mundo. Ao todo, 12 romarias são realizadas na quadra nazarena, que se estende por 15 dias. Por meio do turismo religioso, em 2019, é esperado um aumento de 3% no número de turistas em relação ao ano passado, que deverão movimentar cerca de 31 milhões de dólares na economia paraense.
 
Para garantir mais segurança e tranquilidade para toda a população, nesse período em que há o aumento de circulação de pessoas na cidade, a Segup coordenará a Operação Círio 2019, que será realizada de 08 a 28 de outubro. Para a operação, o número correspondente de emprego de efetivo será de 8.970 agentes de segurança pública do Estado, 1.542 veículos e 134 animais, entre cavalos e cães.
 
“Esse é o período que recebemos maior número de turistas de dentro e fora do Pará, por isso montamos uma programação com todos do sistema de segurança estadual, municipal e federal, para que nós possamos garantir não só a proteção, mas também a mobilidade de todos que vêm participar das 12 romarias da quadra nazarena. Faremos desde o acompanhamento das caravanas que vem caminhando, como todas as demais procissões. Estaremos com todo o aparato de segurança empenhado em terra, água e ar, para assegurar que tudo transcorra dentro da normalidade”, explicou o secretário de segurança pública, Ualame Machado.
 
Integração – A operação contará com um Centro Integrado de Comando e Controle onde representantes das forças de segurança e saúde estarão reunidos para conduzir as ações que serão feitas em cada procissão. O Centro será instalado acima da 2ª Companhia do 2º Batalhão da Polícia Militar, localizado no estacionamento do centro arquitetônico de Nazaré (Rua Dom Alberto Gaudêncio Ramos).
 
Vídeo-monitoramento – O monitoramento será realizado por meio de 73 câmeras instaladas na Região Metropolitana de Belém, abrangendo os pontos de chegada e saída dos romeiros e turistas, como aeroporto, terminal rodoviário, porto fluvial, percurso e entorno das procissões. Destas, uma câmera será instalada na BR-316, para acompanhar a chegada de romeiros vindos do interior, por caminhada ou bicicleta, e outras quatro estarão na Avenida Almirante Barroso, monitorando os romeiros até a chegada ao santuário de Nossa Senhora de Nazaré, na Avenida Nazaré. No entorno das principais procissões do Círio, 23 câmeras estarão posicionadas, para coibir delitos e fazer o acompanhamento dos romeiros na chegada às romarias e volta para casa.
 
“De Olho na Berlinda” - Este ano a novidade será a transmissão ao vivo, das principais procissões do Círio, via internet. A inovação “De Olho na Berlinda” contará, além das câmeras fixas no percurso, com uma câmera móvel que acompanhará a localização da berlinda em tempo real.
 
As imagens estarão disponíveis no site Agência Pará e poderão ser assistidas via celular ou computador, de ângulos exclusivos. A transmissão acompanhará, por meio de 15 câmeras, a saída da berlinda, na igreja da Sé, até a chegada, na Basílica Santuário. Três câmeras acompanharão a Romaria Fluvial, uma instalada no trapiche de Icoaraci, a segunda no Centro de Instrução Almirante Braz de Aguiar (Ciaba), e a terceira, na Escadinha. Uma câmera de longo alcance fará a cobertura do Centro Arquitetônico e do parque durante toda a quadra Nazarena.
 
Delegacia de Polícia Civil – Uma delegacia de Polícia Civil já está em funcionamento no Conjunto Arquitetônico de Nazaré. No local poderão ser registradas ocorrências policiais. A partir do início da Trasladação, que ocorrerá no início da noite de sábado (12), a Polícia Civil vai reforçar os plantões das Seccionais de São Brás, Comércio e Cremação, para atender as possíveis demandas de ocorrências durante a procissão.
 
Exército – O Comando Militar no Norte (CMN) também divulgou que atuará nas principais procissões em 2019. Ao todo, cerca de dois mil militares serão empregados e trabalharão em parceria com a Coordenação Geral e com os órgãos de segurança pública.
 

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.1%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.3%
1.4%
3.1%
1.0%
57.6%