-
11/01/2022 às 10h56min - Atualizada em 11/01/2022 às 10h56min

Projeto atende gratuitamente animais de rua em Belém

Saiba como solicitar atendimentos

Redação Belém.com.br
Com informações da Agência Pará
Animais tratados são identificados e devolvido às ruas. (Foto: Divulgação/Sesma)
                     
O Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realiza o projeto “Animal Comunitário”, que atende animais, entre cães e gatos, que vivem em situação de rua em Belém, oferecendo vacinação, castração, vacinas e microchips.

O projeto já atendeu mais de 100 animais que vivem no entorno do Campus da Universidade do Estado do Pará (Uepa), Instituto Médico Legal (IML), Igreja dos Mercedários, Secretaria Municipal de Meio Ambientes (Semas), nos Portos de Belém, Complexo Feliz Lusitânia e Mercado de Icoaraci. O projeto vai ser posto em prática também no reordenamento das feiras e mercados da capital, a começar pelo mercado do Ver-o-Peso.

Como funciona

O projeto é baseado no método conhecido como CED (Captura, Esterilização e Devolução), criado em 1960 na Inglaterra para o controle de gatos de vida livre. As equipes do CCZ associaram a vacinação antirrábica a esse método. Assim, os animais são capturados em logradouros públicos, já com um tranquilizante para reduzir o estresse durante o transporte e conduzidos ao CCZ, onde são castrados e vacinados. Eles ficam uma semana no Centro para o pós-operatório e depois são devolvidos ao local de origem.

Quando retornam para as ruas os animais já estão microchipados e identificados com uma coleira na cor amarela para as fêmeas e na azul para os machos. Os gatos, além do colar, apresentam a ponta da orelha com um pequeno corte, que ajuda as equipes do CCZ  a identificar que já estão castrados, caso percam o colar.

Serviço

Para solicitar o serviço do projeto “Animal Comunitário” basta entrar em contato com o CCZ pelo telefone: 3344-2350 ou no e-mail [email protected]

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-