29/03/2022 às 10h10min - Atualizada em 29/03/2022 às 10h10min

Fiscalizações ocorrem nos finais de linhas de Belém após aumento da tarifa

As ações são realizadas pela Semob e Guarda Civil Municipal

Com edição do Belem.com.br
Agência Belém
A ação integrada promovida pela Semob e GMB iniciou a partir de 5 horas da manhã e vai se estender até o sábado (2). (Foto: Marcus Barbosa / Comus Belém)

                                                                                                                                                                                     

Desde cedo equipes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (Semob) e da Guarda Municipal (GMB) estão nas ruas da cidade, fiscalizando linhas e empresas para garantir a oferta de ônibus e evitar que não ocorra falha nos serviços por redução de frota, em decorrência do aumento na tarifa de R$ 4,00 homologada pelo prefeito Edmilson Rodrigues.


A nova tarifa, que passou a vigorar a partir desta segunda-feira (28), levou em consideração o poder aquisitivo da população e está bem abaixo do que foi solicitado pelos empresários, que pediram R$ 5,12.


A ação integrada promovida pela Semob e GMB iniciou a partir de 5 horas da manhã e vai se estender até o sábado (2), priorizando a fiscalização em oito pontos estratégicos, nos horários de pico de manhã, das 5h às 11h, e à tarde/noite, das 16h às 22h.


“O objetivo da ação conjunta, feita pela GMB e Semob, visa fiscalizar a prestação de serviços das empresas de transporte público na cidade”, explica a superintendente da Semob, Ana Valéria Borges.


Segundo ela, as empresas que forem flagradas com alguma irregularidade durante a operação soferão auto de infração e, dependendo da gravidade, o veículo poderá até ser apreendido pela Semob. 


Equipes por turnos


Pela manhã, a concentração das equipes ocorreu no Terminal do Mangueirão e envolveu ao todo 50 agentes da Semob e GMB por turno. Em seguida, houve fiscalização os finais de linha de ônibus e o terminal Maracacuera.


“Essa primeira ação vai abranger o período de uma semana, contudo estamos com sua implementação de forma periódica”, explica Ana Valéria. 


A ideia da Semob é que, após avaliação da ação, operações como essas sejam mais frequentes na cidade, com o objetivo da população observar que o poder público trabalha de forma integrada para garantir qualidade na prestação do serviço aos usuários. 


"Estamos no apoio à Semob, para a garantir a segurança dos agentes de trânsito na fiscalização dos ônibus. Equipe Ronda da Capital (Rondac) vem atuando em diversos pontos da cidade, como o bairro de São Brás, e na avenida Almirante Barroso, com a travessa Lomas Valentina", explica o guarda municipal, Everton Luiz.


Os passageiros do transporte público de Belém já pagam a tarifa de R$4,00. (Foto: Ascom Semob)

Os passageiros do transporte público de Belém já pagam a tarifa de R$4,00. (Foto: Ascom Semob)



Confira os pontos de fiscalização


Os principais pontos estabelecidos para a fiscalização, pela manhã, são: Av. Augusto Montenegro com Tapanã, Terminal Mangueirão, Av. Almirante Barroso com a Trav. Mauriti, Estação São Brás, Av. José Malcher com a Castelo, Av. Pedro Alvares Cabral com a Av. Arthur Bernardes, Terminal UFPA, além de Mosqueiro, na saída para São Brás.


No retorno, à tarde/noite, a fiscalização será feita nos mesmos pontos da manhã, somente substituindo o trecho da Av. Pedro Alvares Cabral com a Av. Arthur Bernardes pela Av. Senador Lemos com a Djalma Dutra e a Av. Almirante Barroso com a Trav. Mauriti passando para a esquina com a Trav. Lomas Valentinas e Terminal da linha Mosqueiro/São Brás, em São Brás.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »