29/06/2022 às 13h00min - Atualizada em 29/06/2022 às 13h00min

Curso básico de montagem de biojoias promove capacitação para comunidades

Entre os dias 29 e 30 de junho, a oficina será realizada em Abaetetuba

Com edição do Belem.com.br
Alessandra Fonseca - Ascom Simineral
O curso “Oficina Delas” vai oferecer um conteúdo básico de montagem de biojoias. (Foto: Divulgação)

                                                                                                                                                                                                  
Aliando beleza e sustentabilidade, o curso “Oficina Delas” vai oferecer um conteúdo básico de montagem de biojoias entre os dias 29 e 30 de junho, a partir das 8h, em Abaetetuba. O curso é uma iniciativa do Sindicato das Indústrias Minerais do Estado do Pará (Simineral), em conjunto com o Instituto Liceu de Artes e Ofício Mestre José Raimundo, Prefeitura de Abaetetuba e a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Mineração e Energia (Sedeme).

Para a Diretora Executiva do Simineral, Poliana Bentes, essa é mais uma iniciativa que traz benefícios para a região. “Alinhado aos valores do Simineral, o curso tem o nosso apoio por se tratar de uma iniciativa de capacitação de pessoas e valorização da cultura local. Com os apoios das autoridades estaduais e locais, temos a certeza de que a vida dessas pessoas estará em uma perspectiva de conhecimento e visão de empreendedorismo e fomento da economia”, afirmou.

A diretora-executiva do Instituto Liceu de Artes e Ofício Mestre José Raimundo, Maria Paixão, explica que as artesãs foram selecionadas a partir de uma visita técnica na comunidade para identificar o perfil de cada participante. “O Instituto está em parceria com as instituições: Sedeme, Simineral e Prefeitura de Abaetetuba com o objetivo de promover, que é gratuito. A ideia surgiu ao identificar a necessidade de melhorar a mão de obra Delas e torná-las protagonistas de suas histórias, incentivando-as a replicarem o seu aprendizado para mulheres de sua comunidade. Acredito que através do conhecimento podemos transformar vidas. A nossa proposta é incentivar e aprimorar as suas habilidades para que sejam desenvolvidas com outras mulheres de suas comunidades para ser utilizado como complemento de renda”, declarou.

A oficina visa valorizar a cultura local e proporcionar a capacitação. Além disso, o curso pretende agregar valor às biojoias, com o incremento da matéria prima mineral do estado, como a prata e algumas gemas, fomentando a cadeia produtiva de metais e diversificando a economia.
 
Ao todo 10 representantes de comunidades foram contempladas. São elas: Associação Quilombolas da comunidade do Bacuri; Comunidade do Pirocaba; Comunidade Nossa Senhora do Carmo; Comunidade do Jenipaúba; Associação de mulheres Quilombolas Artesãs da comunidade do Caeté. As atividades serão ministradas no Espaço Liceu Mestre José, que fica na Av.D.Pedro ll - 625 Salão Térreo do Edifício Charrua, bairro do Centro, em Abaetetuba -PA.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »