-
03/12/2019 às 14h07min - Atualizada em 03/12/2019 às 14h07min

Trabalho temporário é opção para quem está desempregado

Esse tipo de oportunidade também é interessante para quem está em busca de uma renda extra

belem.com.br
Rosa Borges (jornalista do www.belem.com.br)
O trabalho temporário sinaliza uma esperança para quem deseja tornar-se efetivo na empresa que o contratou (Foto: Leandro Branquinho)
   
O trabalho temporário tornou-se uma das grandes opções para conseguir uma grana extra, em especial no final de ano, quando cresce a demanda nos estabelecimentos comerciais, principalmente nos shoppings centers das grandes cidades, onde é grande o movimento de clientes para as compras de natal.
 
Com o pagamento de décimo terceiro, muitos aproveitam as promoções e garantem o aumento das vendas nas lojas de roupas, calçados e eletrodomésticos.
 
Mas entrar numa loja para fazer compras e levar um tempão para ser atendido por um vendedor é situação que ninguém gosta de encarar. Por isso, em dezembro cresce o número de vendedores que ganham um dinheirinho extra com esse trabalho temporário.
 
Alguns sites de divulgação de vagas já dão o aviso: trabalho temporário com chances de efetivação, o que sinaliza uma esperança para quem deseja tornar-se efetivo na empresa que o contratou.
 
É assim que pensa Thiago Lopes, 32 anos, que foi efetivado, após contratação temporária no ano passado. "O trabalho temporário surge pra dar suporte ao grande movimento que as empresas têm de atender o cliente nesse período de natal e festas de final de ano, e é uma ótima oportunidade para aquele que está desempregado e quer uma renda, mesmo que temporária. Sabe como é? No final do ano as pessoas querem comprar roupa nova, fazer suas compras. É um movimento intenso da clientela. Mas creio que com bastante desempenho e dedicação, o funcionário que colaborou nesse período pode até ser efetivado e esse é o diferencial para que ele consiga um espaço dentro da empresa que o contratou por um período apenas", afirmou.
 
A estudante Elisa Dias viu na oportunidade de trabalhar somente o mês de dezembro como um meio de juntar uma grana e quitar as parcelas de sua faculdade. "Estava com dificuldades para pagar as mensalidades da faculdade, e aí surgiu essa proposta de trabalho em uma sapataria num grande shopping da cidade. Foi aí que eu pensei: essa é a minha chance, não vou dispensar. Mesmo sem ter muita experiência, estou encarando. É cansativo, saio da faculdade e sigo pro trabalho, saio depois das dez da noite, mas creio que vai compensar todo esse esforço...é por uma boa causa", avaliou.
 
Em nota divulgada à imprensa, o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos do Pará (Dieese/PA) revela que as estimativas são de que o número de contratações temporárias neste final de ano de 2019 na Região Metropolitana de Belém gire em torno de 4,2 mil pessoas.
 
"Estas contratações deverão envolver vários setores econômicos como a indústria, serviços e principalmente o comércio, incluindo o setor supermercadista e os shopping centers", diz o documento.
 
Esse valor de 4,2 mil novas contratações é o mesmo de 2018. Nos anos de 2016 e 2017 foram 4 mil novas contratações temporárias. Tivemos números maiores no ano de 2014, com 8 mil novas contratações.
 
O documento divulgado pelo Dieese-PA finaliza com uma previsão otimista. "A torcida agora é que para os principais setores Econômicos do Estado (principalmente o comércio, indústria e serviço) tenham crescimento, que as vendas cresçam principalmente neste final de ano e que o mercado de trabalho volte a ter crescimento".

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

66.7%
4.8%
0%
9.5%
19.0%