-
03/12/2019 às 19h55min - Atualizada em 03/12/2019 às 19h55min

Prefeito de Tucuruí recebe diploma de reconhecimento do TRE

O gestor municipal representou os outros prefeitos do Sul e Sudeste do Pará na cerimônia

belem.com.br
Walrimar Santos (jornalista)
O prefeito de Tucuruí, Artur Brito, recebendo o diploma das mãos do desembargador Roberto Moura, presidente do TRE do Pará (Foto: Eliseu Dias)
   
O prefeito de Tucuruí, Artur Brito, foi homenageado, nesta terça-feira (3), durante solenidade realizada na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Pará (TRE-PA), em Belém. Na oportunidade, o gestor municipal recebeu a diplomação em agradecimento pelo relevante apoio prestado à Justiça Eleitoral para a implantação da biometria no município. A cerimônia marcou o encerramento do processo de recadastramento biométrico de eleitores do Estado, denominado de “Pará 100% Biométrico”, promovido pelo TRE. 
 
Foram homenageadas autoridades municipais, magistrados, funcionários públicos e entes públicos que não mediram esforços para que a biometria chegasse até todos os eleitores no Estado do Pará. A biometria é um procedimento de reconhecimento individual que, por meio das impressões digitais das pessoas, proporciona total segurança na hora do voto. Com a identificação biométrica não existe a possibilidade de um eleitor votar no lugar do outro. Ao todo, 60 municípios paraenses foram biometrizados no Estado somente no ano de 2019. 
 
Ao representar os prefeitos dos municípios da mesorregião sudeste do Pará, Artur Brito frisou que a Prefeitura de Tucuruí conseguiu atingir a meta estabelecida pelo TRE do Pará no processo de cadastramento biométrico. “A gente fica lisonjeado com esse reconhecimento e por poder representar os prefeitos dos municípios do sul e sudeste do Pará”, ressaltou. O prefeito ressalta que o uso da tecnologia nos procedimentos eleitorais vem evoluindo a cada eleição. “Com o uso da biometria, o processo eleitoral ganha cada vez mais segurança para dar mais legitimidade aos resultados das eleições”, destacou Artur Brito. 
 
Tucuruí contou com a atuação da servidora do TRE do Pará, Carla Ramos Teixeira, que veio até a cidade para coordenar o processo de cadastro biométrico dos eleitores. Ela salienta que a Prefeitura do município foi bastante parceira do Tribunal na realização da coleta dos dados da biometria, o que facilitou atingir a meta de cadastramento de 94% do eleitorado da região. “Foi fundamental o engajamento das prefeituras paraenses, com destaque especial à Prefeitura de Tucuruí, que foi incansável no auxílio, por meio do fornecimento de servidores e de espaço físico para atendimento confortável da população”, celebrou. 
 
Para o presidente do TRE do Pará, desembargador Roberto Moura, a parceria que foi firmada com os prefeitos dos municípios paraenses, como em Tucuruí, e com as Câmaras Municipais, foi fundamental para chegar à conclusão dos cadastros biométricos no Pará, no último dia 22 de novembro. Além da segurança eleitoral, a biometria garante o voto do eleitor. “O processo biométrico é isento de qualquer fraude”, frisou. 
 
O TRE do Pará encerrou, no último dia 22 de novembro, o processo de recadastramento biométrico dos eleitores em todo Estado, iniciado em 2009 em todo o País, em atendimento à determinação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). O TRE do Pará foi o primeiro tribunal de médio porte do país a concluir o procedimento dois anos antes do prazo final. 
 
Com o recadastramento concluído, o Pará terá, em 2020, a primeira eleição 100 por cento biometrizada. No ano que vem, os eleitores irão às urnas para eleger os novos prefeitos, vice-prefeitos e vereadores dos 144 municípios paraenses.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual dos museus em Belém deveria ser visita obrigatória para qualquer pessoa que queira conhecer mais a cidade?

68.4%
0%
0%
10.5%
21.1%