-
16/01/2020 às 20h51min - Atualizada em 16/01/2020 às 20h51min

Cachorros do projeto Peludinhos recebem ação de solidariedade

Alunos da Escola Técnica Estadual Magalhães Barata doam "camas" para os bichinhos

Andreza Gomes
Jornalista do belem.com.br
Alunos com as camas confeccionadas a partir de pneus velhos, em oficina do projeto Ecoarte (Foto: Divulgação)
     
Ruan, George Michael, Rihanna, Gmail, Hotmail, são nomes carinhosos dados aos cachorros do projeto Peludinhos, da Universidade Federal do Pará (UFPA), em Belém. Ao todo, são 220 animais atendidos pelo projeto, muitos dos quais abandonados no campus do bairro do Guamá e outros que vivem desde sempre no espaço da instituição.
 
Na manhã desta quinta-feira (16), o projeto recebeu uma visita especial, de um grupo de alunos do curso técnico de edificações da Escola Técnica Estadual Magalhães Barata, acompanhados da professora de Artes da instituição, Jaqueline Sosi.
 
Os alunos doaram cerca de 15 caminhas especiais para os animais. São camas feitas a partir do descarte de pneus usados, que foram produzidas durante uma oficina de reaproveitamento de resíduos sólidos.  
 
Segundo a professora Jaqueline, o trabalho é resultado da parceria com as oficinas do Curro Velho.
 
“Durante uma semana, o artesão Sandê Bezerra ensinou aos alunos como produzir essas camas para os pets. A ideia surgiu a partir da provocação para instigar o aluno a pensar soluções criativas para o descarte incorreto de lixo próximo à escola”, explicou Sosi.
 
O aluno Paulo Vitor da Silva mora em Benfica e acordou bem cedo para participar desta aula de arte e cidadania.
 
“É muito importante participar de ações como essas. Eu não conhecia o abrigo de animais e a situação de abandono deles na UFPA. Eu tenho dois cachorros e agora aprendi a fazer uma cama confortável para eles”, comemorou.
 
A estudante Hágatha Matos, de 16 anos, ficou encantada com o carinho dos animais. “Eu tenho cachorro e vendo a realidade destes animais, que foram maltratados e abandonados aqui, só consigo ver o carinho e o amor com que eles tratam a gente”, refletiu.
 
Projeto
 
Jaqueline Sosi contou que o projeto Ecoarte surgiu no ano passado e uma das primeiras ações foi a conscientização ambiental de alunos.
 
“A temática do nosso projeto era arte urbana, e pensamos como poderíamos chamar a atenção. Resolvemos falar do lixo que era visível nos quatros cantos das ruas, José Pio, Djalma Dutra, rua do Una e Municipalidade, ali no bairro do Telégrafo, onde fica a escola”, destacou.
 
As atividades do Ecoarte também pretendem gerar nos alunos um sentimento de pertencimento, de identificação com o espaço que habitam, além de estimular o pensamento crítico-reflexivo do aluno associado com a prática educativa de forma lúdica, autônoma e participativa.
 
Peludinhos
 
Criado há mais de 20 anos, o projeto conta com a compaixão e amor de poucos voluntários. A professora doutora Elizabete Pires conta que a grande maioria dos animais que moram no abrigo foram resgatados na UFPA.
 
“Hoje estamos muito felizes com esta doação, o abrigo é mantido pela compaixão e amor das pessoas. Estamos abertos para que as pessoas possam adotar e no ajudar a manter este espaço”, finalizou.
 
Quem quiser fazer doações para o Projeto Peludinhos da UFPA pode acessar as redes sociais do projeto ou ligar para o número (91) 99175-3009.
 
Para se tornar parceiro do projeto Ecoarte, da Escola Estadual Magalhães Barata, é só entrar em contato com a professora Jaqueline Sosi pelo telefone: (91) 98135-3753.


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.9%