-
27/01/2020 às 11h00min - Atualizada em 27/01/2020 às 11h00min

Prefeitura de Tucuruí vai promover cirurgias oftalmológicas

A previsão do município é de realizar mais de 400 cirurgias até maio deste ano

Walrimar Santos/Decom Tucuruí
Com edição do belem.com.br
A catarata é muito prevalente no Brasil e atinge, em maioria, pessoas idosas na faixa de 60 a 65 anos (Foto: Aldeney Moraes)
  
"Graças a Deus, agora eu vou conseguir ter minha visão normal de volta". Foi assim que o agricultor Raimundo Silva de Moura, de 68 anos, comemorou a conquista da cirurgia de catarata tão aguardada deste outubro do ano passado. Com os olhos cheios de lágrimas de alegria, ele foi uma das 150 pessoas beneficiadas com as Cirurgias Oftalmológicas Eletivas promovidas pela Prefeitura de Tucuruí em parceria com o Governo do Estado. Neste domingo, dia 26, os pacientes estiveram no Hospital dos Olhos, na rua 31 de Março, para passar por triagem e realizar exames preliminares antes do procedimento cirúrgico.

Raimundo, que sofre com a catarata nos olhos há cinco anos, agradecer ao poder público municipal, pois não tinha condições de pagar R$ 5 mil pela cirurgia na rede particular. Assim como ele, outras pessoas também conquistaram o benefício da cirurgia gratuita. Foi o caso da aposentada Maria José Vieira da Silva, de 81 anos, que vai passar por cirurgia de catarata do olho direito. Ela conta que já era para ter feito a operação há algum tempo, mas que tinha medo. "Agora criei coragem e vim", comenta aos risos.  

 
O aposentado José Carlos Sampaio, 79 anos, conta que já fez uma cirurgia para retirar a catarata do olho direito, no ano passado. Após a cirurgia, ele aproveitou para ir até o setor de regulação novamente para solicitar a cirurgia de catarata no outro olho. "Passei por cirurgia no olho direito e ele ficou perfeito. Já não enxergava mais nada. Agradeço muito a gestão do prefeito Artur Brito que tá trabalhando para dar toda atenção aos tucuruienses. Fico muito satisfeito com a gestão dele", festejou. 
 
Por sua vez, o corretor de imóveis aposentado, Balduíno Cristo, 74 anos, que completa mais um ano de vida nesta segunda-feira, dia 27, celebrou a cirurgia como um presente de aniversário. "É para mim um presente de aniversário. Estou muito feliz por isso. Venho pleiteando há algum tempo (a cirurgia), por causa de algumas situações financeiras que ocorreram comigo e que tive que me aposentar recebendo apenas um salário mínimo. Por meio particular, eu teria que desembolsar R$ 5 mil para pagar a cirurgia de cada olho. Esse serviço está sendo um atendimento diferenciado dispensado pela equipe da Secretaria de Saúde", comentou.
 
Os atendimentos aos pacientes foram realizados pelo médico oftalmologista Reginaldo Fonseca Chaves, que veio de Marabá para atender em Tucuruí.

"Fizemos o prontuário do paciente, efetuamos a dilatação dos olhos, com exame oftalmológico completo e outros exames complementares para que haja o agendamento das cirurgias eletivas de cataratas. Vamos definir as datas dos procedimentos cirúrgicos". detalha. Ele salienta que a catarata é muito prevalente no Brasil e atinge, em maioria, pessoas idosas na faixa de 60 a 65 anos. "Muitos deles (idosos) não têm condições financeiras de pagar a cirurgia por meio particular e acabam recorrendo ao serviço público", salienta. Para ele, o impacto social das Cirurgias Oftalmológicas Eletivas incide na melhoria da qualidade de vida do idoso e de sua família. "É muito bem vinda essa iniciativa. A gente fica feliz em participar dela e de estar à frente desse procedimento junto com a Secretaria de Saúde para permitir que os pacientes tenham acesso a esse serviço especializado", celebra.

MAIS DE 400 CIRURGIAS ATÉ MAIO

Segundo a secretária de saúde de Tucuruí, Katiane Sarraf, em maio de 2019, foi firmada a parceria entre o município e o Governo do Estado para realizar as cirurgias. No mês de agosto, foram atendidos 110 pacientes com cirurgias de cataratas. Agora, são mais 150 pacientes - 100 cirurgias de catarata e outras 50 cirurgias de pterígios (carne crescida no olho). "É um momento muito feliz, porque foi uma luta árdua do prefeito Artur Brito, junto com o secretário de saúde do Governo do Estado, que deram as mãos para que pudéssemos atender a esses pacientes, em grande maioria, formados por idosos que estão com dificuldade de se locomover sozinhos pela dificuldade de enxergar. Hoje vamos conseguir realizar esse sonho", afirma. Ela ressalta que há a previsão de realizar o atendimento de um terceiro grupo de idosos, no início de abril, com mais 150 cirurgias, totalizando, a previsão de realizar mais de 400 cirurgias até maio deste ano.

 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.0%
1.5%
3.0%
1.0%
57.9%