-
02/09/2019 às 15h42min - Atualizada em 02/09/2019 às 18h06min

Carinho e atenção são essenciais para a socialização dos animais de estimação

O animal precisa ser tratado com equilíbrio, exercitando bastante o físico, recebendo treinamento correto para ser obediente.

DINO
https://www.revistaecotour.news


Aos que comungam com os princípios do Dia Nacional de Adotar um Animal, que será comemorado pelo 19º ano consecutivo, em 4 de outubro, é importante ressaltar que a adoção deve ser realizada sempre de maneira responsável.

"A presença do tutor é muito importante para que o animal se sinta feliz, caso contrário , se ficar muito tempo sozinho e preso, poderá se sentir infeliz", ressalta Vininha F. Carvalho, editora da Revista Ecotour News (www.revistaecotour.news).

A solidão poderá ocasionar uma alteração de comportamento, denominada ansiedade da separação. Alguns tutores de cães e gatos desconhecem a razão porque o animal esta defecando em locais impróprios, escavando, mordendo objetos, rasgando roupas, arranhando móveis, uivando, com anorexia ou hiperatividade, e isto se deve à falta de atenção necessária.

"O animal, às vezes, acaba até sendo punido pelos estragos causados, como se ele fosse culpado , quando a culpa é do tutor, que não está conseguindo compreender sua carência afetiva", enfatiza Vininha F. Carvalho.

Carinho e atenção são essenciais para a socialização dos animais de estimação. Quando filhote, após a separação da mãe e dos irmãos de ninhada, se dará início o período de socialização do animal (entre 2 e 4 meses), em que ele se ligará fortemente ao tutor e às pessoas com quem tiver contato. A ligação implica numa relação de confiança e é a base fundamental do laço entre o tutor e o animal de estimação. Como todo excesso traz malefício, o animal não deve ficar extremamente dependente do tutor, isto propiciará o desenvolvimento de distúrbios comportamentais associadas à separação.

Segundo Vininha F. Carvalho, o animal precisa ser tratado com equilíbrio, exercitando bastante o físico, recebendo treinamento correto para ser obediente, desfrutar de brinquedos adequados e passeios diários, para não se estressar e manifestar um comportamento indesejado.

O cão elege o seu tutor, aquela pessoa que lhe inspira respeito e isso quer dizer autoridade e não violência. A firmeza nos gestos e na voz é que determinarão isso. Para ele, os habitantes da casa obedecerão um escala de poder e caso ninguém tenha autoridade com ele, será ele quem assumirá a liderança, não obedecendo a ninguém.
A mudança súbita no ambiente, decorrente de divórcio, falecimento e até a chegada de um novo membro na família influenciam no comportamento do animal.

Quando ele é esquecido pelos que convivem com ele, resmungará como se fosse um choro, pois se sentirá menosprezado. Pode perceber que se ninguém ligar para o resmungo dele, acabará latindo para chamar a atenção.

"Adotar um animal é uma iniciativa muito importante, a força do amor incondicional é capaz de transformar uma vida, mas é para ter ao seu lado um companheiro muito saudável, é fundamental ter tempo para cuidar dele com carinho e dedicação", conclui Vininha F. Carvalho.



Website: https://www.revistaecotour.news
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

O que mais você gostou no Círio 2021

0%
5.3%
52.6%
31.6%
10.5%