-
11/02/2020 às 16h00min - Atualizada em 11/02/2020 às 16h00min

Empreendedores LGBTI terão linha de microcrédito

Para a Secretaria, abrir um negócio ou ampliar o empreendimento que já possui é uma grande oportunidade para esta população, já que as chances de ingressar no mercado de trabalho ainda são pequenas

Agência Pará
Com edição do belem.com.br
Os empreendedores iniciantes têm a possibilidade de pagar em até 18 meses e garantir taxas de juros mínimas (Foto: Freepik)
      
A Gerência de Proteção à Livre Orientação Sexual, da Secretaria de Estado de Justiça e Direitos Humanos (Sejudh), fechou parceria com o CredCidadão no intuito de facilitar a garantia de microcréditos para empreendedores LGBTI.

Abrir um negócio ou ampliar o empreendimento que já possui é uma grande oportunidade para esta população, já que as chances de ingressar no mercado de trabalho ainda são pequenas, segundo Rafael Ventimiglia, gerente da Gerência de Proteção à Livre Orientação Sexual.

“Esta população tem uma grande dificuldade no acesso a este mercado e, por meio deste microcrédito, os empreendedores terão a oportunidade de mudar este cenário, construir uma renda financeira e fomentar o empreendedorismo”, declarou o gerente.

Com a possibilidade de pagar em até 18 meses e garantir taxas de juros mínimas, os empreendedores LGBTI iniciantes, com até seis meses de atividades, podem garantir microcréditos de até R$ 2 mil. Já os empreendedores com mais de seis meses atuando em seu negócio, podem garantir até R$ 5 mil. O formulário para cadastro já está disponível no site da secretaria

Para se inscrever é necessário ser maior de 18 anos, residir há pelo menos 2 (dois) anos no Estado do Pará; estar livre de restrições junto ao SPC, Serasa, Receita Federal; possuir avalista com renda comprovada para os que vão solicitar o crédito de forma individual e para os que vão solicitar em grupo, estes devem fazer parte de organização social legalizada.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Você concorda com o adiamento das eleições municipais para novembro?

85.1%
14.9%