-
06/03/2020 às 08h00min - Atualizada em 06/03/2020 às 08h00min

Ciclista morta será homenageada em Bicicletada

O protesto também será pelas mortes de quem usa esse como principal meio de transporte

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do belem.com.br
Uma Ghost Bike vai homenagear a ciclista Renata Teixeira, morta no último dia 20 de fevereiro (Foto: Divulgação)
      
Nesta sexta-feira (06), será realizada em Belém uma Bicicletada alusiva ao Dia Internacional das Mulheres. E como é um evento realizado por ciclistas, o protesto também será pelas mortes de quem usa esse como principal meio de transporte. De janeiro até agora, quatro ciclistas perderam a vida no trânsito na capital. O manifesto também fará uma homenagem à ciclista Renata Teixeira, morta por um micro-ônibus em fevereiro deste ano. Uma Ghost Bike será colocada no local do acidente. A concentração da Bicicletada será às 19h, do Mercado de São Brás, com saída em direção à Rua Oswaldo Cruz, num percurso de 17 km.
 
Manifesto - A expectativa do evento, que está sendo organizado por vários grupos de Belém, entre eles Pedala Mana e Pedal do Redondo, é reunir mais de 300 ciclistas, para pedir também paz no trânsito. "A Bicicletada é um evento que realizado geralmente na última sexta-feira do mês em muitas cidades do mundo, onde ciclistas, skatistas, patinadores e outras pessoas com veículos movidos a propulsão humana, ocupam seu espaço nas ruas e hoje vamos ocupar para protestar contra as mortes de ciclistas, em especial de Renata Teixeira, aproveitando a programação do Dia da Mulher", explica a técnica de segurança do trabalho, Ruth Costa, Diretora administrativa da União dos Ciclistas do Brasil (UCB).
 
Caso mais recente - O caso de Renata Teixeira, 27 anos, ocorrido no dia 20 de fevereiro, em Águas Lindas, provocou comoção na comunidade. Ela deixa dois filhos pequenos e a mãe, que dependiam do seu trabalho para ajudar no sustento da família. "Renata morreu, após ser atingida pelo micro-ônibus na principal via do bairro, que é estreita, tem dois sentidos e fluxo intenso de carros de todos os portes. Mesmo assim não há calçadas ou ciclovia para pedestres e ciclistas, que são obrigados a se arriscar todos os dias andando no meio da rua", denuncia a diretora da UCB. 
 
Dados insuficientes - Ainda segundo Costa, que também é integrante do coletivo ParáCiclo e do Pedala Mana, só este ano, há informação de quatro ciclistas mortos nas vias de Belém, mas ainda é difícil apurar os números reais. "A maior dificuldade é que não há uma plataforma com dados oficiais atualizada e acessível a todos os usuários. As informações disponíveis não identificam claramente as situações que envolvem bicicleta", esclarece.
 
Ela ressalta ainda que o tipo de registro - se o óbito foi na hora ou no hospital - também contribui para diluir os números. "A morte em decorrência do trauma, seja em hospital, posto de saúde ou casa não é computada como morte pelo trânsito", comenta.
 
Homenagem - O ato prestará homenagem à ciclista Renata Teixeira, morta em acidente no dia 20 de fevereiro, em Águas Lindas, com a colocação de uma Ghost Bike, que é uma bicicleta pintada de branco e ornamentada com flores no local onde ocorreu a morte. "Geralmente alguém doa as peças, montamos e pintamos, mas dessa vez uma moça deu uma bicicleta para usarmos", conta Ruth Costa.
 
Ghost Bike - São como memoriais em homenagem a quem perdeu a vida para a pressa de alguém, para a falta de planejamento viário, para a omissão do poder público. Também têm o objetivo de evitar que aquela morte caia no esquecimento, sendo considerada apenas um inconveniente temporário ao trânsito de uma tarde qualquer.
 
Elas servem como um alerta aos condutores de automóveis para que tomem mais cuidado com as vidas que pedalam pelas ruas, lembrando que um ciclista é uma pessoa e não um obstáculo, com família, amigos, filhos, amores e sonhos.
 
A tradição começou em 2003, quando um ciclista de St. Louis, nos Estados Unidos, presenciou uma colisão entre um carro e uma bike e depois marcou o local com uma bicicleta pintada toda de branco.
 
Serviço:
Bicicletada, nesta sexta-feira (06/03). Concentração, às 19h, no Mercado de São Brás. 

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.6%