-
06/03/2020 às 20h00min - Atualizada em 06/03/2020 às 20h00min

"Rebelião" reúne olhares de artistas visuais paraenses

A exposição integra a programação de festival arte feminina local, o I Femmefest

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do belem.com.br
O evento contará com a participação de bandas autorais locais protagonizadas por mulheres, como as Icamiabas (Foto: Divulgação)
    
O cotidiano da mulher, sua expressão e presença no mundo, inspirou artistas para a exposição Rebelião, que traz obras de fotógrafas paraenses com diferentes perspectivas sobre a mulher e sua construção coletiva. A mostra reúne imagens de Cand Figuera, Luccy, Karina Martins, Karla Nogueira, Marcia Gomes, Monica Lizardo, Priscila Salles e Yvana Crizanto, que representam no evento o coletivo Manas, de artistas visuais, no bairro da Pedreira. A exposição abre ao público neste sábado (7), a partir das 19h, no I Femmefest, na galeria Ná Figueredo, e segue para visitação até o final do mês.
 
O evento, que tem programação musical e intervenções multiartes, abriu espaço para artistas  do coletivo Manas, que nasceu em 2016 em um bairro tradicional na periferia de Belém, a Pedreira. Cercado por um rico movimento socioeconômico e cultural da cidade, a sede do coletivo está localizada no bairro, como um ponto de partida para as experimentações, o Lab Casa. O coletivo surgiu do encontro geográfico e de afetos das fotógrafas que residem no mesmo bairro e já dividem olhares em outras iniciativas de artes visuais em Belém.

É uma forma de abrir espaço ao olhar feminino na arte, na cidade, na mídia, na web: são locais de vozes, os quais devem ter participação efetiva de mulheres no fazer artístico. O coletivo desenvolve diversas temáticas que atravessam o universo feminino: preconceito, objetificação do corpo da mulher, LGBT, empatia e sororidade, em relações de trocas e ações que circundam o universo dessas artistas.
 
O festival
O Femmefest é um evento musical que tem como objetivo abordar o protagonismo feminino na música e na arte em geral. Com a participação de bandas autorais locais protagonizadas por mulheres, como as bandas Pinup, Badtrip, Klitores Kaos e Icamiabas. Neste evento iremos também arrecadar fundos para a gravação do primeiro EP da Banda Icamiabas, intitulado “Rebelião”.
 
Ocorre no próximo dia 07, sábado, véspera do Dia Internacional da Mulher, para que seja também uma celebração das lutas e conquistas já alcançadas, assim como fomentar as discussões em pauta acerca das demandas atuais. Ocupando o espaço com serviços e produções feitas por mulheres, também promovendo debates, intervenções e exposições de trabalhos, além dos shows.
 
I FEMMEFEST - REBELIÃO
 
BANDAS
- Banda Pinup
- BadTrip HC
- Klitores Kaos
- Banda Icamiabas
 
ATIVIDADES PARALELAS
- Niela Ink (Flash Tattoo)
- Exposição Rebelião, com Coletivo Manas (Cand Figueira, Luccy, Karina Martins, Karla Nogueira, Márcia Gomes, Monica Lizardo e Yvana Crizanto)
- Line Menezes (Bodypiercing)
- Lene Deocleciano (Bazaar)
- Louise Guimarães ( venda de adesivos e prints)
 
INTERVENÇÕES
- Tainah Chaves | Bate-Papo - Como buscar a sororidade e a empatia entre mulheres em cenários musicais e socioculturais.
- Dra. Helena Saria - representatividade feminina na política
- Mana Josy Shaira - Poesia e Rap Feminino
- dra Poesia - Intervenção Político Poética
 
Serviço:
Exposição fotográfica Rebelião, no I Femmfest, a partir das 19, no espaço Ná Figueredo. Ingressos a R$ 10 para o evento de abertura, que traz também a programação musical do festival, com as bandas Pinup, BadTrip HC, Klitores Kaos, Banda Icamiabas. Conheça e apoie artistas locais.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.7%