-
10/03/2020 às 08h00min - Atualizada em 10/03/2020 às 08h00min

Belém está em situação de emergência

A capital paraense sofre os transtornos das chuvas desde a madrugada do último sábado (7)

Agência Belém
Com edição do belem.com.br
A prefeitura tem retirado muito lixo dos canais de Belém (Foto: Ascom Sesan/ Agência Belém)
        
O prefeito de Belém, Zenaldo Coutinho, anunciou o decreto de situação de emergência em algumas áreas da capital paraense, em virtude das fortes chuvas ocorridas nos últimos dias. O anúncio foi feito na tarde desta segunda-feira (9), em reunião com diversas secretarias no gabinete municipal. O decreto será publicado nesta terça-feira (10). Além da situação de emergência, o prefeito anunciou ainda a criação de um comitê de crise que vai prestar atendimento às áreas mais afetadas pelos alagamentos.

O comitê ficará responsável em prestar assistência aos moradores que estão em situação de vulnerabilidade social por conta das fortes chuvas. A sala de situação do comitê funcionará na sede da Guarda Municipal (GMB), na avenida Pedro Álvares Cabral, e as doações de alimentos, roupas e objetos, poderão ser entregues na sede da Defesa Civil Municipal, na Aldeia Amazônica, bairro da Pedreira.

As ações emergenciais foram motivadas por conta das fortes chuvas que atingiram Belém nos últimos dias. A capital paraense sofre os transtornos das chuvas desde a madrugada do último sábado (7). De acordo com dados da estação do Instituto Nacional de Meteorologia (INMET), o volume de chuva esperado para este mês de março é de 450mm. Mas, somente com as chuvas de sábado e desta segunda-feira (9), o volume esperado para 20 dias de chuvas já foi superado.

“Esse comitê de crise vai acolher as pessoas, pois este é o momento de prestarmos solidariedade às famílias, por meio de ações preventivas e corretivas”, ressaltou o prefeito Zenaldo Coutinho.

“Intensificamos as ações ampliando a presença de homens e máquinas nessas áreas e também a necessidade da campanha de doações para as famílias atingidas. É importante destacar que não estamos decretando situação de emergência para toda a cidade, mas para as áreas em estado de calamidade”, detalhou.

A Prefeitura de Belém disponibilizou, também, os seguintes canais telefônicos para que a população tenha acesso a informação e assistência. Os canais são exclusivos para as famílias atingidas pelas chuvas na capital: (91) 98439-0646 - Defesa Civil; (91) 98733-2914 - Funpapa e 08000 950016 - Promaben (para moradores da área da Bacia da Estrada Nova).

Promorar – Equipes da Secretaria de Saneamento (Sesan) seguem executando serviços emergenciais no conjunto Promorar, no bairro de Val-de-Cans, com o objetivo de eliminar o problema de alagamento no local. Para fazer o escoamento da água que ficou retida nos conjuntos Promorar, a Sesan está fazendo uma obra emergencial na Arthur Bernardes, abrindo uma via de drenagem para extravasar o canal que existe na área e, consequentemente, a água retida nas vias.

O  fechamento está sendo acompanhado por agentes da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB), que estão fazendo os desvios de trânsito necessários no local.

Defesa Civil monta ponto de arrecadação para doações

Com as fortes chuvas e a maré alta que atingiram Belém nos últimos dias, a Prefeitura de Belém montou um posto de arrecadação de doações para as famílias vítimas da chuva, que vai funcionar a partir desta terça-feira (10). Podem ser doados alimentos não perecíveis, roupas, colchões, kits de higiene, eletrodomésticos e água mineral. 
 
As doações devem ser feitas na Aldeia Amazônica, no bairro da Pedreira, das 8h às 20h, nos dias da semana, e das 8h às 18h, aos finais de semana.

Av. Arthur Bernardes é fechada para obra emergencial

Para fazer o escoamento da água que, após as fortes chuvas, ficou retida nos conjuntos Promorar e Providência, localizados na avenida Arthur Bernardes, com reflexos na avenida Júlio César, a Prefeitura de Belém começou a fazer uma obra emergencial na Arthur Bernardes nesta segunda-feira (9), abrindo uma via de drenagem para extravasar o canal que existe na área e, consequentemente, a água retida nas vias. 
 
A equipe da Secretaria Municipal de Saneamento (Sesan) está desde o início da tarde desta segunda-feira (9) fazendo o serviço na via, que está aberta parcialmente, mas em determinado momento precisará ser totalmente fechada no trecho entre a rotatória da Rua Pará, até as proximidades da Igreja do Perpétuo Socorro.

Assim que o escoamento da água for normalizado, a via de drenagem será fechada. A previsão é que nos próximos dias seja iniciada uma obra definitiva no local, com a colocação de novas tubulações para evitar que situações como essa se repitam.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.9%