-
-
20/03/2020 às 09h24min - Atualizada em 20/03/2020 às 09h24min

Pré-Vestibular Municipal de Belém vai oferecer aulas virtuais

Durante o isolamento social os professores irão gravar videoaulas de casa

Agência Belém
Com edição do belem.com.br
O cursinho atende alunos que estudaram na rede pública de ensino ou foram bolsistas na rede particular (Foto: Agência Belém)

Após a Prefeitura de Belém anunciar a publicação do Decreto nº 95.955 na quarta-feira (18), em que declarou situação de emergência na capital paraense para o enfrentamento preventivo da pandemia do novo Coronavírus, o Cursinho Pré-Vestibular Municipal de Belém (CPVMB) vai oferecer aula e material virtual aos estudantes.

A decisão foi anunciada após reunião dos membros da equipe pedagógica do Cursinho Municipal, que devido à suspensão das aulas na rede municipal de ensino, os professores elaboraram estratégias visando minimizar os transtornos para quem se prepara para fazer a prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

De acordo com o diretor do CPVMB, Henderson Ramos (professor Branco), a intenção é não quebrar a rotina de estudos. "Essa é uma experiência inédita. Os professores já estão no processo de elaboração de aulas, e os alunos vão receber o material de estudo por e-mail. As videoaulas poderão ser acessadas pelo site do cursinho”, informou.
Ainda de acordo com o diretor, está sendo criado um sistema para que, somente o aluno matriculado, tenha acesso. “A gente quer contribuir efetivamente para o isolamento social, uma vez que oferece condições e atividades para que professores e alunos se mantenham em casa”, reforçou. 

Aulas - Durante o isolamento social os professores irão gravar videoaulas de casa. Cada vídeo terá duração de cinco minutos. Em seguida, o professor estará disponível no “Plantão Tira Dúvidas”, via chat. Também será disponibilizado um material complementar no formato de arquivo PDF. As aulas estão previstas para começar a partir de segunda-feira (23), e estarão disponíveis no horário cotidiano da aula presencial em cada turno.

Decreto - No decreto municipal, que a princípio vai durar 15 dias, constam medidas para evitar a aglomeração de pessoas e, consequentemente, a disseminação do vírus. Além disso, consta a paralisação das aulas nas escolas da rede municipal de ensino; a suspensão das atividades no Bosque Rodrigues Alves, museus de Belém e no Cine Olympia; recomendações e orientações para evitar aglomerações em locais como shoppings, cinemas, bares e restaurantes; a higienização dos ônibus ao fim de cada viagem.

O cursinho é um projeto da Prefeitura de Belém, vinculado à Fundação Centro de Referência em Educação Ambiental Escola Bosque Professor Eidorfe Moreira (Fumbosque), que atende alunos que estudaram na rede pública de ensino e bolsistas na rede particular que desejam se preparar para o vestibular.
 
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Belém tem mais de 200 praças. Você concorda que a praça ainda é o lazer mais barato para as famílias em Belém?

91.4%
8.6%
-
-
-