-
-
19/06/2020 às 08h00min - Atualizada em 19/06/2020 às 08h00min

Criatividade é aliada de produções audiovisuais em período de pandemia

O Dia do Cinema Brasileiro é lembrado por novos desafios no setor

Assessoria de Comunicação da Unama
Com edição do belem.com.br
"O Auto da Compadecida" é um dos clássicos do cinema brasileiro (Foto: Divulgação/ Globo)
      
A identidade brasileira transposta em imagens. O cinema brasileiro, celebrado nesta sexta-feira, dia 19 de junho, já passou por diversas transformações desde sua origem. Hoje, com a pandemia do novo coronavírus, novos desafios são colocados para a produção audiovisual e a criatividade se torna a maior aliada dos profissionais.
 
A pandemia enfraqueceu do setor audiovisual. É o que explica a professora do curso de Filmmaker da UNAMA – Universidade da Amazônia, Ana Paula Andrade.  "As produções audiovisuais são coletivas, isolamento social não combina com produção audiovisual. Os recursos ficaram ainda mais escassos que antes", afirmou.
 
Uma nova realidade provocou mudanças na rotina criativa e de trabalho na área. "As mudanças incluem o cinema, a televisão, internet e a publicidade audiovisual. No cinema, nós não temos noção do que está envolvido em uma cena e da equipe gigante que compõe a produção. Os profissionais que ainda estão trabalhando usam máscaras, álcool gel, Face Shields, fazendo a limpeza cautelosa de equipamentos, inclusive algumas produções locais estão sendo feitas dessa forma", explicou Ana Paula.
 
Segundo ela, os desafios, a partir de agora, são a utilização de suportes online para auxiliar na produção cinematográfica. "O momento pode causar um insight para pensar filmes feitos de maneira remota. Já existe até um projeto chamado 'Curta em Casa', que incentiva realização de curtas-metragens que reflitam sobre o momento de pandemia. Inclusive o cinema já utiliza alguns suportes digitais. Temos filmes de baixo orçamento feitos pelo celular, como já vimos em edições anteriores do Festival Audiovisual Osga, promovido pela UNAMA. Se você está em casa, em isolamento social, com equipamentos mínimos, mas com boas ideias, de repente você pode fazer um filme, fazer uma live ou criar um canal", concluiu.
 
Confira filmes para celebrar o Dia do Cinema Brasileiro indicados pela professora.
 
- "Que horas ela volta": Estrelado por Regina Casé, o filme é um drama de 2015. Foi indicado como um dos 100 melhores filmes brasileiros daquele ano;
- "Aquarius": A atriz Sonia Braga protagoniza um filme reflexivo sobre o que valorizamos na nossa vida e relações de poder na sociedade;
- "O auto da compadecida": é um filme para todas as idades. Lançado em 2000, ele retoma a obra de Ariano Suassuna, retratando a brasilidade de uma cidade no Nordeste. É um clássico do cinema brasileiro;
- "Democracia em vertigem": documentário de 2019, dirigido por Petra Costa, foi indicado ao Oscar de melhor documentário de longa-metragem. Está disponível em plataformas de streaming.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor do isolamento social?

52.8%
46.6%
0.7%
-
-
-