-
-
29/06/2020 às 09h39min - Atualizada em 29/06/2020 às 09h39min

Campanha do Sinduscon-PA e Sesi-PA ganha reforços na prevenção do novo coronavírus

Sinteclan e SRTb-PA dão apoio à iniciativa que pode beneficiar 2 mil trabalhadores na Grande Belém

Assessoria de Comunicação do Sinduscon - PA
Com edição do belem.com.br
Mestre Gil, mascote da campanha, participa das atividades com os trabalhadores no canteiro de obras (Foto: Divulgação)
          
O Sindicato da Indústria da Construção do Pará (Sinduscon-PA) e o Serviço Social da Indústria do Estado (Sesi-PA) unem-se mais uma vez para uma nova etapa da campanha “Com Cuidado Se Constrói”, que agora ganha a participação do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria da Construção Civil do Município de Ananindeua (Sinteclan) e da Superintendência Regional do Trabalho e Emprego no Pará (SRTb-PA).

Nessa sexta-feira (26), a nova ação conjunta ocorreu no canteiro de obras do Residencial Novo Cristo II, localizado na Estrada do Icuí-Guajará, em Ananindeua, pertencente à empresa Sintese Moradia, e contou com a presença  do presidente do Sinduscon-PA, Alex Dias Carvalho, do superintendente adjunto do SRTb-PA, Jomar Sousa Ferreira Lima, de Osvaldo Moreira Dias, que preside o Sinteclan e da diretores da Sintese, Lecy Garcia e Rodrigo Garcia.

Em apenas vinte dias, já foram atendidos mais de 600 trabalhadores do setor da construção – a meta é chegar a 2 mil participantes na Grande Belém. O objetivo básico é ampliar, sistematizar e padronizar as ações da entidade nos canteiros, iniciada em março, com as orientações de saúde e segurança para os trabalhadores da construção civil na prevenção do contágio pelo novo Coronavírus.

Na programação, foram realizas palestras, triagem com foco em orientações sobre sintomas da doença, higiene pessoal no ambiente de trabalho e doméstico, regime de trabalho frente ao distanciamento social ou isolamento, prevenção aos riscos invisíveis, mecanismos de proteção, minimização de riscos.

“Ficamos muito felizes com a participação do Sinteclan e da Superintendência do Trabalho em nossa campanha no município de Ananindeua”, disse o presidente do Sinduscon-PA, Alex Carvalho. “Temos buscado cada vez mais melhorar a nossa união com todas as pessoas e classes que fazem parte do setor da construção. Com essa união e convergência, quem lucra com isso é a saúde e a segurança do trabalhador”, observa.

“Quando as entidades estão unidas para buscar cada vez mais racionalizar, otimizar e flexibilizar tendo como objetivo final dar maior segurança nos canteiros, estaremos promovendo a permanência dos profissionais nos seus empregos com as condições de saúde ideais, o que é extremamente importante e benéfico para eles, suas famílias e à sociedade”, entende o dirigente sindical.

“É um prazer muito grande de ser convidado pelo Sinduscon-PA para participar dessa reunião juntamente com os nossos trabalhadores, com os quais passamos por esse momento difícil [de crise sanitária no Estado e no País]”, afirmou Osvaldo Moreira Dias. “As reuniões e palestras nos canteiros de obras em Belém e Ananindeua são ações gratificantes. Elas fortalecem mais a bandeira de orientar nossos colaboradores de Ananindeua para prevenir o contágio desse vírus”, considerou. 

“No momento que dispomos, em nosso local de trabalho, de Equipamentos de Proteção Individual, diminuímos o risco a esses trabalhadores. Portanto, a iniciativa do Sinduscon-PA é algo absolutamente importante e que enriquece mais o nosso conhecimento nesse grave e preocupante momento de pandemia. Agora estamos todos juntos - Sinduscon, Sindicato dos Trabalhadores e os trabalhadores do município de Ananindeua. Agradecemos por esse momento”.

“Essa campanha do Sinduscon e Sesi veio para agregar a tudo o que tivemos feito em prol da segurança e saúde”, declarou Jomar Lima, da SRTb-PA. “Ela integra a Campanha Nacional de Prevenção de Acidentes no Trabalho. Sabemos que atravessamos um momento crítico de pandemia, mas acho que com essa iniciativa teremos oportunidade de superá-lo, e, se Deus permitir, os trabalhadores não serão afetados e teremos sucesso em nossos empreendimentos”, afirmou. 

 “O Ministério, por meio da Fiscalização do Trabalho, estará sempre aberto para colaborar com quaisquer iniciativas das instituições. Para as nossas conversações e reuniões técnicas nos canteiros, divulgaremos a nova norma de segurança da construção civil, que teve um esforço muito grande, tanto do governo federal quanto dos sindicatos, dos trabalhadores e patronal, possibilitando maior gestão de segurança”, declarou Jomar Lima.

Para o carpinteiro Márcio Nascimento, que trabalha há 6 anos na Sintese Moradia, esse encontro dos sindicatos com os trabalhadores da construção civil é muito positivo. “Essa palestra é um aprendizado sobre essa epidemia de como devemos nos posicionar, cuidar e manter a nossa proteção no canteiro de obra e nos outros locais para combater essa doença.

A união dos sindicatos [laboral e patronal] é muito importante, são eles que nos apoiam e lutam pela gente nesse momento difícil e em todas as situações para a nossa melhoria. Com ajuda deles sempre estaremos unidos. Eles representam todos que trabalham na construção civil”, declara Nascimento.

Para evitar o contágio, todos os conteúdos informativos (cartilhas, cards, cartazes, por exemplo) serão repassados ou distribuídos aos trabalhadores por meio digital (e-mail, WhatsApp e redes sociais).

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »

Você é a favor do isolamento social?

52.8%
46.6%
0.7%
-
-
-