-
09/09/2019 às 14h11min - Atualizada em 09/09/2019 às 14h11min

Belém já vive o Festival de Ópera do Theatro da Paz

Em 2019, Theatro da Paz e Igreja de Santo Alexandre são os palcos do evento, criado em 2002

Portal Belém
Agência Pará
Artistas ensaiam para as apresentações da ópera Il Matrimonio Segreto (Foto: Mário Quadros/Secult)
O público paraense poderá assistir, nesta terça-feira (10), a partir das 20h, no Theatro da Paz, em Belém, à última das três apresentações previstas da Ópera “Il Matrimonio Segreto”, de Domenico Cimarosa. O espetáculo abre o XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, realizado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Cultura (Secult).
 
Criado em 2002, o Festival de Ópera do Theatro da Paz tem o objetivo de apresentar montagens de óperas tradicionais no planeta, totalizando 42 produções montadas até 2018. Neste ano, o Theatro da Paz e a Igreja de Santo Alexandre serão os palcos do XVIII Festival de Ópera do Theatro da Paz, que envolverá cerca de 350 profissionais na montagem de três óperas.
 
Em 2019, o Festival de Ópera deixará de ser uma mostra de ópera ao apresentar um modelo mais amplo e contínuo, distribuído ao longo de seis meses (de agosto a dezembro), em cinco ações distintas: Temporada de Ópera, Formação, Temporada de Concertos, Teatro Musical e Itinerância, com o Teatro Itinerante da Paz (TIP).
 
Esse novo formato muda o conceito da produção do Festival e propõe, ainda, a diversificação temática abordada nos libretos das obras - em montagens tradicionais e contemporâneas - que serão selecionadas contemplando o drama, a ópera bufa, o verismo, temas políticos e infantis, entre outros.
 
O novo formato do Festival de Ópera - que em 2020 será realizado durante o ano todo - ampliará o campo de trabalho para todos os artistas e técnicos envolvidos nas produções. A seleção do elenco e do corpo técnico priorizou a valorização de artistas locais, que já alcançaram grau de excelência em montagens de ópera. Grandes nomes do cenário operístico nacional e internacional também participarão do XVIII Festival de Ópera, promovendo o intercâmbio de experiências e oferecendo ao público paraense espetáculos de elevado nível artístico.
 
Serão produzidos três títulos consagrados do repertório operístico internacional: Il Matrimonio Segreto, do compositor Domenico Cimarosa (1749-1801); Suor Angelica, de Giacomo Puccini (1858–1924) e Amahl e os Visitantes da Noite, de Gian Carlo Menotti (1911–2007).
 
Il Matrimonio Segreto
 
Ópera em dois atos, ambientada em Bolonha (Itália), que narra a história de Geronimo, um comerciante que propõe um dote ao Conde Robinson para que ele se case com sua filha mais velha, Elisetta, e assim torne-se parte da nobreza. Robinson, contudo, apaixona-se por Carolina, a filha mais nova. Carolina, entretanto, está enamorada de Paolino, empregado de seu pai, e ambos se casam secretamente. A obra será encenada nos dias 06, 8 e 10 de setembro, no Theatro da Paz.
 
Serviço: A ópera Il Matrimonio Segreto será apresentada nesta terça (10), às 20h, no Theatro Da Paz (Praça da República). Os ingressos já estão à venda na bilheteria do Theatro e os interessados também poderão adquirir pelo site www.ticketfacil.com.br. Informações pelo telefone (91) 4009-8750.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.0%
2.8%
2.7%
2.4%
4.6%
14.2%
1.5%
3.1%
1.0%
57.8%