-
09/08/2020 às 08h00min - Atualizada em 09/08/2020 às 08h00min

Projeto Circular anima o domingo do Dia dos Pais na internet

O público poderá conferir a programação das 8h às 12h

Assessoria de Comunicação do evento
Com edição do Belém.com
A ação terá apresentação de música, literatura, artes cênicas, contação de histórias e muito mais. (Foto: Assessoria do evento)
Neste domingo de Dia dos Pais, a 32ª edição do Circular Campina Cidade Velha traz uma programação recheada de atividades boas. O público poderá conferir da sala da sua casa, das 8h às 12h, por meio das redes sociais, a apresentação de música, literatura, artes cênicas, contação de histórias, oficinas, artes visuais, cultura alimentar, dicas de bem estar e meio ambiente.

Os conteúdos digitais, criados por artistas e produtores culturais, vão agradar pais, filhos, mães e toda a familía. Que tal, logo cedo, uma aula de Yoga? A instrutora, Tunga Vydia Devi Dasi, vai ensinar técnicas com objetivo de aguçar a percepção corporal e também as nossas conexões com o universo. Os pais também vão ganhar de presente "Alma Leve", obra de homenagem poética, por Carol Abreu e Marcos Campelo. 
 
Já o Ateliê Jupati mostra ao público o projeto Rolê de Pai&Filha, uma proposição do fotografo Maycon Nunes, com intuito de fortalecer os laços entre pai e filha. Já na mostra "Quem são os habitantes da Amazônia", vários fotógrafos fazem um recorte da história da identidade amazônica e seus povos tradicionais, por diferentes possibilidades fotográficas. Participam Nathalie Brasil, Renato Reis, Camila Thiers,  Yan Belém, Renata Aguiar, Ursula Bahia e Evna Moura .
 
Nesta edição, Daniel Oliveira, do projeto Verde Cidadão, traz dicas de como fazer uma horta em casa; Mayara Oliveira, da Associação Amigos de Belém, mostra como fazer a reutilização de vidro em casa, transformando garrafas em objetos de decoração. Já a artesã Nai Nóvoa, da Garden Art, compartilha seu amor e trabalho com plantas, para mostrar como eternizá-las e transformá-las em objetos cheios de afeto. E o espaço Boca da Terra,  exibe vídeo sobre as curiosidades da grama do trigo, seus benefícios e dicas de cultivo e uso em casa, como suco verde.
 
A preocupação com a prevenção à Covid-19 marca presença nos vídeos educativos do casarão do Boneco. E em seguida , a contação de história "Os Ibejis enganam a morte", com Lucas Alberto, da Cia Sorteio de Contos, uma representação inspirada no conto homônimo do livro Mitologia dos orixás. 
 
A ocasião também vai ser importante para que o Circular possa apresentar e explicar ao público como funciona o Edital, aberto nesta semana, para receber propostas de oficinas para serem realizadas dentro do 2º Ciclo de Ações Educativas do Circular, que inicia em setembro. E ainda, um vídeo mostrando sua revista digital, cujo número 7 da publicação acaba de ser lançado, com reportagens sobre os museus, artistas e as cidades em meio a pandemia, entrevista e crônica, de Monique Malcher.
 
A escritora, paraense, também estará na programação deste domingo, lendo o conto "Boca de lobo", que abre a primeira parte de seu livro "Flor de Gume", recém lançado. O Comitê Arte Pela Vida traz mais literatura à edição. Vai apresentar "Leituras poéticas", com Loren Rodrigues, que escolheu obras de Max Martins, Ana Cristina César e Lília Silvestre Chaves. O Circular é uma realização da Associação Amigos de Belém e Equipe Gestora Circular, com patrocínio Lei Rouanet, Ministério do Turismo, Governo Federal, por meio do Banco da Amazônia e Alubar. 
 
Acervo de museus e registros artísticos 
 
O Sistema Integrado de Museus apresenta o projeto Bora pro Museu, que consiste em vídeos documentais sobre os acervos dos museus do Estado. É como se você estivesse fazendo uma visita neste espaços. Os pais vão ganhar de presente "Alma Leve", uma homenagem poética de Carol Abreu e Marcos Campelo.
 
Tem mais vídeos na ação digital do Coletivo Aparelho, que mostrarão imagens das ações que ocorreram nos últimos meses; e sobre o projeto Rede Entre Marés, na Comunidade do Porto do Sal. E falando Aparelho, vai ter Roda de Chorinho, com o Mercado do Choro, grupo que pontualmente estava na programação do coletivo, nas edições de rua do Circular.
 
No vídeo exposição "A Metamorfose da Mulher Casulo", você confere a produção da artista Nina Aragão, um universo feminino permeado pelo íntimo, afetuoso, sensível, sem se prender a padrões e a real busca pela simplicidade.
 
Dança e ancestralidade estão na performance "Entre o Fundo e o Meio do Céu", com Lu Borgges. O experimento audiovisual cruza elementos da performance orientada para o vídeo e do vídeo mapping, e a astrologia enquanto dispositivo que desperta a Busca de Si e sua Cosmo-Poética. Já o vídeo "Pra que ter medo de não ser feliz" traz música e poesia com Mateus Moura e Larissa Medeiros.
 
Fotografia e oficinas
 
Entre as exposição, "Retratos de Bolso" contempla os resultados de oficina em que se utilizou exclusivamente de câmeras de celular, ministrada pela Deia Lima; "Belém de Todas as Cores" retrata a comemoração ao aniversário de Belém; "Por Afeto" reúne mostra colaborativa em favor do fotógrafo humanístico João Ripper; "Retrato com Luz Natural", é resultado de um exercício fotográfico realizado por Valério Silveira, com auxílio da modelo Karol Amorim. Encerrando, uma homenagem à amiga e colega de StudioDez Rosemeire da Silva Marques.
 
Mais fotografia com o StudioFDezBelém, que traz exposições e exercícios fotográficos, em oficinas a "FAZ – Fotografia de A a Z", dirigida por Valério Silveira e Jorge Teixeira, além de técnicas avançadas em Fotografia Digital, com Jorge Teixeira. Em outra oficina, intitulada "Em algum lugar do passado", uma equipe de fotógrafos criam cenários e figurinos com intuito de transportar os participantes, no tempo.
 
Ao vivo: edição traz lives e visita guiada
 
Nesta edição haverá quatro lives. A primeira, pela manhã, vai abordar "O patrimônio do arquiteto Landi no Centro Histórico de Belém", proposta do projeto Roteiros Geoturísticos, com participação da professora Goretti Tavares e da arquiteta Elna Trindade. Vai ser pelo instagram delas @goretti_tavares e @elnatrindade.
 
De tarde, o ao vivo vem de um espaço novo que inaugurou no centro histórico de Belém, em plena pandemia. O Candeeiro, que vai realizar uma visita guiada, on-line e ao vivo, pela exposição "Diálogos no Silênciao", na qual Heldilene Reale e Natan Garcia mostram obras de acervo de Beatriz Paiva (PA), Cleidy Lopes (PA), Ernesto Bonato (SP), Ionaldo Rodrigos (PA), Luciana Magno (PA), Martín Perez (URU), Nayara Jinknns (PA), Octávio Cardoso (PA), Paulo Meira (PE), PP Condurú (PA), Rosângela Britto (PA) e Yan Belém (PA). 
 
A exposição ficará com livre acesso ao público até o dia 10 de setembro, a partir do site www.candeeiro.art.br, e o espaço também realiza a live "NORTE (ando) pensamentos no processo", pelo facebook (@candeeiro.gc), do projeto "Café com Artista", trazendo participação de Beatriz Paiva e Dairi Paixão.
 
Já entrando pela noite, a live da live de Fotoativa será com Casarão do Boneco, via Youtube e Facebook do Circular. Anne Dias, José Vianna, Nanan Falcão e Paulo Ricardo Nascimento discutem a gestão de espaços culturais independentes em tempos de pandemia. Para encerrar, a live é musical, com Félix Robatto, da Lambateria. A transmissão será pelo canal de Youtube do Circular Campina Cidade Velha. O guitarrista vai colocar todo mundo para dançar, com os clássicos dos bailes paraenses. Vai ter Guitarradas, Lambadas, Bregas e Carimbós. 
  
Serviço
32ª edição do Circular Campina Cidade Velha
Horário: 8h às 12h
Para conferir a programação detalhada, clique aqui.
Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.9%