-
10/08/2020 às 19h30min - Atualizada em 10/08/2020 às 19h30min

Festival digital reúne 23 artistas da música independente do Pará

O evento será promovido on-line entre 11 a 29 de agosto

Assessoria do Evento
Com edição do Belém.com.br
As atrações podem ser conferidas na conta do Instagram do jornalista Gustavo Aguiar. (Foto: Assessoria do Evento)
   
Um festival para celebrar a saudade de um show ao vivo. Foi com essa intenção que o jornalista e produtor cultural Gustavo Aguiar criou o 1º festival digital Sdss de Um Festival. Entre 11 a 29 de agosto, 23 artistas da música independente do Pará vão apresentar atrações na conta do Instagram do jornalista. Todo dia, um vídeo diferente enviado pelos artistas mostrando diversas novidades na música de Belém. 

A história do festival digital começou por um motivo trágico. Gustavo se viu desempregado por conta da crise do coronavírus que afetou por completo a indústria de entretenimento. Desde 2015, ele desenvolve comunicação e marketing para grandes eventos da capital, como o Festival Se Rasgum, maior evento de música independente do norte, e o Circuito Mangueirosa, carnaval de rua que levou centenas de milhares de brincantes para folia em Belém. Com a pandemia, todo o calendário de eventos de 2020 foi cancelado e a agenda do jornalista começou a ficar vazia. 

"Não tem lado bom na crise do coronavírus, mas não sou o tipo de pessoa que espera as coisas se resolverem sozinhas. Tirei um tempo para tomar forças e comecei a apostar na produção de conteúdo sobre música nas minhas redes sociais, como forma de respirar novos ares e me movimentar. Aos poucos fui entendendo como as pessoas consomem conteúdo de música e como querem receber esse conteúdo. Continuo desempregado, mas movimento gera movimento, e a pandemia não tirou minhas esperanças de que as coisas vão melhorar", prospera.

No line up do Sdss de Um Festival, estão nomes que já têm prestígio na cena e conseguiram ultrapassar os limites geográficos do estado, como Liège, Anna Suav e Aeroplano. Eles aparecem junto de bandas recém lançadas como Manatins, Tangerina e André Couto. A programação também traz uma mistura curiosa de gêneros com rappers, como Daniel ADR, o pop eletrônico de Reiner, Pratagy e Toussaint, a psicodelia da Velhos Cabanos e Steamy Frogs, e as referências de música preta brasileira de Arthur da Silva e Douglas Silva. Entre as atrações escolhidas, marcam presença o canto de Marisa Brito, UmSebastião, Giovanni Zeit e Maraú, e a lista finaliza com o rock da Blocked Bones, Dois na Janela, Marcelo Kahwage, Madrigal e Meio Amargo.

Para o guitarrista Onze 
da Velhos Cabanos por conta da covid-19 a timeline virou o novo palco. "A pandemia nos atingiu de uma forma que não esperávamos. Tivemos que se adaptar em vários aspectos. Porém, enxergamos nisso um desafio. O Sdss de Um Festival serve para que nós possamos entender essa realidade e, com isso, fortalecermos o cenário musical paraense. Nós se reinventamos e estamos utilizando as tecnologias para manter essa produção musical", afirma.

O festival é a grande aposta no universo de conteúdo sobre música que Gustavo vem fazendo no próprio Instagram. Longe do perfil do "influenciador digital", ele aposta nas redes como forma de criar conexões e discussões sobre música. Além disso, ajuda a pautar artistas que ainda são invisíveis para a maioria dos canais de mídia e curadores de festivais.

"Não tem música melhor ou artista pior. Quem cria escala de importância é o mercado. O papel do jornalista é de contar histórias, conversar sobre as temáticas e visões de mundo dos artistas e dos trabalhos que eles compartilham. É isso que me motiva", enfatiza Gustavo Aguiar.

Serviço
1º Festival digital "Sdds de um Festival" 
Quando:  De 11 a 29 de agosto
Onde: Instagram do jornalista Gustavo Aguiar
Quem participa: Aeroplano; André Couto; Anna Suav; Arthur da Silva; Blocked Bones; Daniel ADR; Dois na Janela; Douglas Dias; Giovanni Zeit; Liège; Madrigal; Manatins; Maraú; Marcelo Kahwage; Marisa Brito; Meio Amargo; Pratagy; Reiner: Tangerina; Steamy Frogs; Toussaint; UmSebastião; Velhos Cabanos

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.7%