-
14/08/2020 às 09h00min - Atualizada em 14/08/2020 às 09h00min

Museu Goeldi celebra os 125 anos do Parque Zoobotânico

O evento será uma programação virtual promovida nesta sexta (14), às 15h

Agência Museu Goeldi
Com edição do Belem.com.br
Atualmente, o Parque Zoobotânico se encontra fechado para visitação. (Foto: Agência Museu Goeldi)
   
A celebração dos 125 anos do Parque Zoobotânico do Museu Paraense Emílio Goeldi (MPEG) será uma programação virtual programada para esta sexta-feira (14), às 15h. Os dois primeiros encontros da série de
lives “O essencial do Museu Goeldi” serão transmitidos pelo canal oficial no
Youtube da instituição.

A live do dia 14 terá fotos e vídeos, feitos nos três últimos dias, com registros do Parque Zoobotânico e dos cuidados de rotina com os animais e as plantas. Na ocasião, o público poderá conhecer as pessoas responsáveis pela manutenção e vigilância desse patrimônio.

As quatro avenidas que circundam o parque conferem a ele uma área de 5,4 hectares, demarcando um abrigo para mais de 1.700 animais de 100 espécies, mais de 2 mil plantas de 500 espécies e 14 monumentos e edificações históricas dos séculos XIX e XX. Os visitantes deste quarteirão privilegiado desfrutam ainda de uma temperatura 3 graus mais amena.

Atualmente, o Parque Zoobotânico se encontra fechado para visitação em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Patrimônio 

A segunda live acontecerá no dia 19 e abordará com mais detalhes a dimensão do Parque Zoobotânico e os desafios para sua conservação e preservação. O Museu Goeldi se une às comemorações alusivas ao 17 de agosto, Dia Nacional do Patrimônio Histórico.

Uma das suas edificações mais emblemáticas é a suntuosa Rocinha, formalmente denominada Pavilhão Expositivo Domingos Soares Ferreira Penna. Construída em 1879, a então residência foi desapropriada pelo então governador Lauro Sodré (1891-1896), para pôr em curso seu projeto político-museológico encampado por Emilio Goeldi (1894) e Jacques Huber (1914).
 
Outros marcos importantes no rico acervo histórico do Parque Zoobotânico são o Aquário Jacques Huber, o Castelinho e os chalés. Alguns monumentos podem ser mais discretos, como o busto de Ferreira Penna, a efígie de Emílio Goeldi, a herma de Spix e Martius, o pedestal de Carlos Esteves e a escultura que homenageia Curt Nimuendajú.

Serviço 
Data: 14 de agosto, às 15h.
Tema: “O essencial do Museu: especial de aniversário do Parque Zoobotânico”
Participantes - Pedro Oliva (engenheiro civil), Thatiana Figueiredo (bióloga), Doriene Monteiro (museóloga) e Hedayson Rogerio (engenheiro florestal).
Mediador - Michel Pinho (historiador e fotógrafo)
Onde: Pelo
YouTube

Próximas lives:
Data: 19 de agosto, às 10h, com o tema “Parque Zoobotânico do Museu Emílio Goeldi: Patrimônio Cultural do Brasil”;
Data: 21 de agosto, às 10h, com o tema “Coleção Arqueológica e Etnográfica do Museu Paraense Emílio Goeldi: Patrimônio Cultural do Brasil”

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.2%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.9%