-
16/09/2020 às 09h00min - Atualizada em 16/09/2020 às 09h00min

Estudantes paraenses se destacam em torneio de empreendedorismo

Foi a primeira vez na história que o Brasil chegou na rodada final do torneio

Enactus Brasil
Com edição do Belém.com.br
A competição elege as melhores iniciativas de impacto socioambiental do mundo. (Foto: Reprodução/Arquivo pessoal)

O Time Enactus da Universidade Federal do Pará (UFPA) fez história no Campeonato Mundial de empreendedorismo da Enactus. Os estudantes, que desenvolvem projetos de impacto socioambiental em Belém, alcançaram o top 4 durante a competição, tornando-se o primeiro grupo brasileiro a chegar na rodada final. 

A Enactus é uma organização global voltada para o incentivo de projetos de empreendedorismo que tornem o mundo mais justo e sustentável. Para a competição, os universitários da UFPA apresentaram os resultados dos projetos Anamã e Costuraê. Ambas soluções atenderam mais de 200 mil pessoas em Belém, durante a pandemia do novo coronavírus.

Iniciativas

O Costuraê promove a independência econômica de mulheres das periferias de Belém, por meio da inserção no mercado da moda sustentável, a partir da produção de ecobags e outros produtos. Desde o início da pandemia, as costureiras têm produzido máscaras de proteção - tradicionais e adaptadas às pessoas surdas, totalizando mais de 7 mil itens, entre vendidas e doadas para comunidade vulneráveis.

A iniciativa Anamã visa combater a poluição dos oceanos. Para isso, o projeto desenvolveu uma ecobarreira que reutiliza garrafas PET para conter o escoamento de lixo nos canais de Belém. Nos últimos meses, o Anamã também tem produzido face shields, equipamento fundamental para a proteção contra a covid-19.
 
Durante a pandemia, os jovens também desenvolveram campanhas para atender as comunidades ribeirinhas e as periferias da Região Metropolitana de Belém. “O momento nos permitiu provarmos que somos uma organização resiliente. O sentimento foi de gratidão, por ver que, durante o período mais duro da pandemia, estivemos lado a lado com as nossas comunidades”, pontua Orlando Haber, estudante de Jornalismo e presidente do Time.

As iniciativas foram apresentadas em julho, no campeonato nacional da Enactus, momento em que a equipe da UFPA foi coroada bicampeã entre 40 times brasileiros. A etapa seguinte foi representar o país na competição global, a Enactus World Cup. "Já era incrível ser, por dois anos consecutivos, o melhor Time de empreendedorismo social do Brasil. Agora, estamos entre os quatro melhores do mundo. Quatro entre 1.730 Times de 37 países”, ressalta Orlando.  
 
Foi a primeira vez da Enactus Brasil entre os finalistas globais desde sua fundação, em 1998. Além disso, a iniciativa Anamã conseguiu chegar à final da Race 4 Oceans, premiação paralela que determina qual projeto Enactus tem maior impacto positivo e sustentável na proteção da vida nas águas.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

A Prefeitura de Belém autorizou o Carnaval 2022 e você acha:

0%
100.0%