-
29/10/2020 às 18h00min - Atualizada em 29/10/2020 às 18h00min

TSE lança cartilha com orientações de segurança para mulheres na política

O documento oferece dicas para proteção de ataques virtuais

Agência Brasil
Com edição do Belém.com.br
Para o presidente do TSE a política deve ter equilíbrio entre candidaturas de homens e mulheres. (Foto: Reprodução/Agência Brasil)
      
O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e o Instagram lançaram nesta última quarta-feira (28) um guia de segurança para mulheres na política. A
cartilha oferece dicas para as candidatas se protegerem de ataques virtuais durante a campanha nas Eleições 2020.

Na primeira parte do documento, as orientações versam sobre como manter a segurança do perfil contra ações de hackers, restringir usuários e denunciá-los à plataforma. O uso das ferramentas do Instagram para se conectar aos eleitores estão disponíveis na segunda parte. 

De acordo com Natália Paiva, responsável pela área de políticas públicas do Instagram para a América Latina, o guia foi elaborado para diminuir as barreiras que as mulheres encontram ao tentarem entrar ou permanecerem no cenário político. Segundo a analista, os ataques virtuais mais graves ocorrem contra mulheres negras.

“As mulheres sofrem muito mais ataques online do que os homens. Os estudos que a gente analisou e que ajudaram a balizar essa iniciativa mostram que mulheres têm três vezes mais chances de receberem mensagens abusivas do que homens dentro da política”, afirmou.

Para o presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, a política deve ter equilíbrio entre candidaturas de homens e mulheres. “Sou um defensor dessa campanha por duas razões principais. As mulheres são mais de 50% do eleitorado e nós temos um déficit de participação feminina na política. Em segundo lugar, porque as mulheres têm características e singularidades que agregam valor à vida pública”, disse.

Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

9.9%
2.8%
2.7%
2.2%
4.6%
14.4%
1.5%
3.2%
1.1%
57.5%