-
17/02/2021 às 12h00min - Atualizada em 17/02/2021 às 12h00min

Prefeitura de Ipixuna do Pará decreta estado de calamidade

Medida é tomada após inundação do igarapé que rompeu trecho da rodovia BR-010

Carolina Neves - equipe Belém.com.br
Com informações da prefeitura de Ipixuna
A medida permite mobilização de orgãos municipais e voluntários para ações de resposta ao desastre. (Foto: Agência Pará)

   
A Prefeitura de Ipixuna do Pará, decreta estado de calamidade pública por conta das fortes chuvas ocorridas no município e consequentemente o aumento do nível do Rio e Igarapés do município, o incidente deixou um óbito. A medida tomada permite a mobilização de todos os órgãos municipais e convocação de voluntários para as ações de resposta ao desastre, além de campanhas de arrecadação de recursos para a comunidade.

O governador Helder Barbalho, juntamente com o prefeito de Ipixuna do Pará, Artemes Oliveira, a Defesa Civil e demais órgãos competentes se comprometeram em prestar apoio à cidade, seja com cestas de alimentos, acomodações, programas sociais do governo, transferência de renda para a recuperação de bens perdidos e cadastramento para aqueles localizados em bairros de risco, para que sejam assistidas e, se possível, realocadas.

Entenda o ocorrido no trecho da rodovia BR-010


Na madrugada desta última terça-feira de carnaval (16), um igarapé transbordou no km 210 da rodovia BR-010 (Belém-Brasília), provocando um rompimento da pista próximo ao município de Ipixuna do Pará. As fortes chuvas se iniciaram na tarde do dia 15 e avançaram noite adentro, o que também destruiu estradas e locais no município.

Também foi constatado que uma das barreiras existentes em Ipixuna foi rompida o que agravou ainda mais a situação já calamitosa.

Segundo informações da Polícia Rodoviária Federal, a cratera media cerca de 8m de extensão de uma margem à outra da pista e, por conta da forte chuva, continua aumentando de tamanho. O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) já entrou em ação.


Confira as rotas alternativas para quem faz uso da BR-010:

Belém-sentido sul do país: alça viária PA-150, até a divisa Pará/Tocantins

Belém-Paragominas: da alça viária até o Acará, depois até Tomé Açu. Em Tomé Açu, pegar a PA 256 e seguir até a vila Canaã (trecho sem pavimentação), atravessar a balsa e percorrer 60 km (pavimentado) até sair na BR-010 (rotatória de acesso à Paragominas).


Atualização

Agora pela manhã, o DNIT entrou em operação com objetivo de, primeiramente, repor a cabeceira da ponte de Ipixuna, danificada pela enxurrada. Um caminhão com o material que será utilizado na obra chegou no local hoje cedo.

Posteriormente, serão construídos desvios ao longo da BR-010, para assim concentrar esforços na recuperação do trecho da pista de rolamento com pavimento destruído, cujo volume de água ainda impede qualquer tipo de intervenção.

Em sua rede social, o governador postou imagens e atualizações da situação:

 

    


Link
Tags »
Notícias Relacionadas »
Comentários »
-

Qual ‘brega marcante’ mais representa esse ritmo musical em Belém?

10.3%
2.9%
2.5%
2.3%
4.7%
14.1%
1.4%
3.0%
1.1%
57.6%